Menu
SADER_FULL
terça, 11 de maio de 2021
Busca
Brasil

Isentos devem entregar declaração a partir de segunda

11 Ago 2004 - 17h01
Os contribuintes isentos devem entregar a partir de segunda-feira a declaração anual de isento. Estão obrigados a entregar a declaração todos os contribuintes que tiveram renda de até R$ 12.696 em 2003 e possuem CPF (Cadastro de Pessoa Física).
   
   Quem ficar dois anos consecutivos sem entregar a declaração de isentou ou de ajuste (Imposto de Renda) tem o CPF cancelado. Foram cancelados 10 milhões de CPFs neste ano.
   
   A declaração poderá ser entregue pela internet (www.receita.fazenda.gov.br), telefone (0300 780300), agências dos Correios, casas lotéricas e bancos credenciados.
   
   O custo do envio da declaração nos Correios será de R$ 2,40 (carta registrada) e R$ 1,30 (envio on-line). Nas lotéricas e correspondentes bancários, o contribuinte pagará R$ 1.
   
   O custo da entrega por telefone vai variar de acordo com a tarifa. Para ligações locais, o custo será de uma chamada 0300.
   
   Neste ano, a declaração poderá ser entregue nos 700 correspondentes do Banco Popular do Brasil --subsidiária do Banco do Brasil criada para o público de baixa renda.
   
   O BB aceitará apenas as declarações dos contribuintes que forem correntistas do banco.
   
   O prazo para entrega da declaração acaba no dia 30 de novembro. A expectativa da Receita é receber 50 milhões de declarações de isentos até lá.
   
   Ficarão de fora da obrigação de entrega os dependentes e cônjuges, cujos números do CPF já foram informados pelo contribuinte no momento da declaração anual de ajuste.
   
   Como declarar
   
   Para fazer a declaração de isento, o contribuinte deverá informar se é titular de conta corrente, se é proprietário de veículo automotor, se é dono de imóvel e se é dependente de declarante de IR.
   
   Quem estiver no exterior poderá fazer a entrega da declaração de isento por telefone (55-78300 78300), pelo custo de chamadas internacionais. Nesse caso, o declarante deverá informar se é proprietário de imóvel no Brasil, se possui veículo automotor, aeronave ou embarcação no país, se é titular de aplicação financeira, inclusive poupança, se é titular de ações de empresas brasileiras e se é titular de conta corrente bancária no Brasil.
 
 
Capital News

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto