Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Irã se diz pronto para negociação nuclear sem impor condições

26 Jul 2010 - 17h10Por Reuters

O Irã está pronto para retornar às negociações sobre a troca de combustível nuclear sem impor condições, disse nesta segunda-feira o enviado iraniano à Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), segundo a agência oficial de notícias Irna.

A AIEA confirmou ter recebido a resposta de Teerã aos questionamentos do Grupo de Viena (Estados Unidos, Rússia e França) sobre o acordo de troca de combustível nuclear feito pelo Brasil, Turquia e a República Islâmica.

Referindo-se à carta, Ali Asghar Soltanieh disse que a mensagem "clara" "foi a disposição total do Irã para realizar negociações sobre o combustível para o reator de Teerã, sem qualquer condição."

O Grupo de Viena rejeitou o acordo fechado por Irã, Brasil e Turquia em maio passado, segundo o qual os iranianos enviariam 1.200 quilos de urânio à Turquia para receber em até um ano 120 quilos de combustível nuclear entregues pelo grupo.

As potências alegam que o estoque iraniano já passa dos 1.200 quilos e que o documento não impede o país de manter o enriquecimento de urânio a 20% em seu território.

O recebimento da carta pela AIEA ocorre no mesmo dia em que os chanceleres da União Europeia (UE) aprovaram um novo pacote de sanções ao Irã, alegando como causa a falta de transparência sobre o programa nuclear iraniano.

Para Catherine Ashton, chefe de diplomacia do bloco, somadas às medidas já aprovadas no mês passado, as novas punições formam agora um "conjunto de sanções completo" contra Teerã.

As novas medidas vão mais longe que as adotadas em junho pelo Conselho de Segurança da ONU (Organização das Nações Unidas) contra o Irã por sua negativa de suspender suas atividades de enriquecimento de urânio, que o Ocidente vê como prelúdio para a fabricação da bomba atômica. Teerã nega as acusações e sustenta que as atividades são pacíficas.

Em particular, o bloco sediado em Bruxelas decidiu proibir qualquer investimento europeu, assistência técnica ou transferência tecnológica no setor do gás e do petróleo.

Apesar de o Irã ser o quarto produtor mundial de petróleo, até 40% de sua gasolina é importada porque o país carece de capacidade de refino para satisfazer sua demanda interna.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Só queria que me entendessem sem preconceito! PRECONCEITO
Jovem é expulso de casa ao assumir namoro com mulher trans
Yan e um comparsa renderam mãe e filha na rua CRIMINOSO
Bandido morto pela PM arrancou família de carro e agrediu mulher uma semana antes
O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso
Na Pandemia, filas são imensas na CEF de Fátima do Sul-MS AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera hoje saques do auxílio emergencial para mais 3,6 milhões