Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 15 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

iPod prejudica marca-passo, diz pesquisa

11 Mai 2007 - 10h50

Os tocadores digitais iPod, da Apple, podem causar defeitos em marca-passos implantáveis ao interferir com o equipamento eletromagnético de monitoração do coração, de acordo com um estudo apresentado por um estudante de 17 anos em uma reunião de especialistas cardíacos, nesta quinta-feira (10). A pesquisa não avaliou os possíveis efeitos de outros tocadores além do iPod.

O estudo testou o efeito do uso de iPods junto a cem pacientes, com idade média de 77 anos, que têm marca-passos implantados. A interferência elétrica foi detectada em metade dos casos em que um iPod foi mantido a apenas cinco centímetros do peito de um paciente por cinco a dez segundos.

Em alguns casos, os iPods causaram interferência mesmo a uma distância de 45 centímetros do peito. Interferir com o equipamento de telemetria pode fazer com que o equipamento meça erroneamente o ritmo cardíaco e, em um caso, essa alteração fez o marca-passo deixar totalmente de funcionar.

O estudo foi conduzido no Instituto Torácico e Cardiovascular da Universidade Estadual de Michigan. Os resultados foram apresentados na reunião anual da Sociedade de Ritmo Cardíaco, em Denver.

 Curiosidade

O jovem Jay Thaker, um dos autores do estudo, aluno da Okemos High School (Okemos, Michigan), concluiu que a interferência de iPods pode fazer com que médicos diagnostiquem as funções cardíacas efetivas de maneira incorreta. Thaker, cujo pai é um eletrofisiologista e cuja mãe é reumatologista, disse ter perguntado ao pai sobre a possível interação entre marca-passos e iPods.

"Nós procuramos na internet, mas não encontramos nada. Então, um de seus pacientes perguntou se isso poderia causar problemas, e por isso meu pai me colocou em contato com o doutor Krit Jongnarangsin", disse Thanker em entrevista telefônica. Jongnarangsin, velho amigo do pai de Thaker, foi o autor sênior do estudo e é professor assistente na divisão de medicina cardiovascular da Universidade de Michigan.

"A maior parte dos pacientes de marca-passos não são usuários de iPods", disse ele. Por isso, não se sabe com que freqüência iPods causam erros de diagnóstico. "Isso precisa ser mais estudado", acrescentou.

 

 

 

G1

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Anitta posta foto pelada e recebe comentário até de Miley Cirus
DOURADOS - UNIGRAN
Acadêmico de Fisioterapia da UNIGRAN tem trabalho publicado em revista de âmbito internacional
IRREGULARIDADES
Prefeitura contrata funerária para transportar pacientes vivos em MT
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Dono de Padaria de 78 anos estupra filha de funcionária de seu estabelecimento
HB20 SEDAN
Conheça mais o HB20 Sedan
BORA PRA BONITO - MS
Alguns passeios fantásticos para você fazer em Bonito (MS)! E dicas legais
100 RISCO
OMS minimiza risco de novo coronavírus entrar na cadeia alimentar
HORÓSCOPO DO DIA
HORÓSCOPO DO DIA: Veja a previsão de hoje 14/08/2020 para o seu signo
CARA DE PAU
Cliente põe o próprio cabelo em lanche e tenta não pagar. VEJA O VÍDEO
VIOLENCIA DOMESTICA
Veterinária é agredida por ex-namorado médico e diz que tem medo de dormir em casa