Menu
SADER_FULL
quinta, 6 de maio de 2021
Busca
Brasil

Invasões geram insegurança no setor rural de MS

23 Set 2010 - 06h00Por Fátima News com assessoria

Duas invasões de propriedades voltam a deixar os produtores rurais de Mato Grosso do Sul em estado de alerta. Grupos indígenas invadiram no final de semana uma propriedade em Bonito e outra em Douradina, intensificando o clima insegurança no campo registrado no Estado.

Os proprietários da fazenda de 817 hectares invadida em Bonito têm um termo de manutenção de posse concedido pela Justiça em 2003, quando a propriedade foi invadida pela primeira vez. “Não foi suficiente para afastar os invasores”, ressaltou o filho da proprietária, Rodrigo de Oliveira Vargas.  Uma negociação intermediada pelo Sindicato Rural de Bonito e pela Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) fez com que os invasores – índios da tribo Kadwéu – se retirassem do local no domingo, um dia depois da invasão.

A invasão de Douradina teve um desfecho mais grave, com o confronto entre proprietários e indígenas da tribo Kaiowá, na manhã desta terça-feira (21.09), que felizmente não teve repercussões mais graves. Segundo o presidente do Sindicato Rural do Município, Cláudio Pradella, esta é a terceira vez que a propriedade, de 150 hectares, é invadida em duas semanas. Os proprietários ingressaram na justiça com o pedido de reintegração de posse.

O presidente do Sindicato Rural de Bonito disse que os produtores estão indignados. “Não dá para conviver com essa rotina que está se espalhando pelo Estado”, desabafa. Para o presidente da Famasul, a solução dos conflitos passa pela vontade política das instituições que direta ou indiretamente têm responsabilidade sobre as questões agrárias. “Tanto produtores rurais como indígenas são vítimas do descaso do poder público federal em solucionar o problema”, enfatiza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto
SONHO INTERROMPIDO
Jovem perde noivo para a Covid-19 no dia do casamento: 'Nossos sonhos ficaram para trás'
PANDEMIA CORONAVIRUS
Triste número: Brasil ultrapassa 400 mil mortes por Covid-19
REVOLTA
Pastor zomba da fé dos indígenas Trukás que revoltados quebram templo em construção; veja o vídeo
VIOLAÇÃO
Vereador abre caixão para provar que idoso não morreu de covid; assista