Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Invasões geram insegurança no setor rural de MS

23 Set 2010 - 06h00Por Fátima News com assessoria

Duas invasões de propriedades voltam a deixar os produtores rurais de Mato Grosso do Sul em estado de alerta. Grupos indígenas invadiram no final de semana uma propriedade em Bonito e outra em Douradina, intensificando o clima insegurança no campo registrado no Estado.

Os proprietários da fazenda de 817 hectares invadida em Bonito têm um termo de manutenção de posse concedido pela Justiça em 2003, quando a propriedade foi invadida pela primeira vez. “Não foi suficiente para afastar os invasores”, ressaltou o filho da proprietária, Rodrigo de Oliveira Vargas.  Uma negociação intermediada pelo Sindicato Rural de Bonito e pela Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) fez com que os invasores – índios da tribo Kadwéu – se retirassem do local no domingo, um dia depois da invasão.

A invasão de Douradina teve um desfecho mais grave, com o confronto entre proprietários e indígenas da tribo Kaiowá, na manhã desta terça-feira (21.09), que felizmente não teve repercussões mais graves. Segundo o presidente do Sindicato Rural do Município, Cláudio Pradella, esta é a terceira vez que a propriedade, de 150 hectares, é invadida em duas semanas. Os proprietários ingressaram na justiça com o pedido de reintegração de posse.

O presidente do Sindicato Rural de Bonito disse que os produtores estão indignados. “Não dá para conviver com essa rotina que está se espalhando pelo Estado”, desabafa. Para o presidente da Famasul, a solução dos conflitos passa pela vontade política das instituições que direta ou indiretamente têm responsabilidade sobre as questões agrárias. “Tanto produtores rurais como indígenas são vítimas do descaso do poder público federal em solucionar o problema”, enfatiza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caixa com cenouras de boa qualidade 100 DESPERDÍCIOS
Governo cria Rede de Bancos de Alimentos para combater desperdício
Ainda de acordo com a atualização, 567.369 pessoas estão em acompanhamento e outras 3.753.082 se recuperaram. PANDEMIA
Covid-19: Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 134,9 mil mortes
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa abre 770 agências amanhã das 8h às 12h
Apesar do esforço médico a adolescente não resistiu. DESCARGA FATAL
Adolescente segura extensão de energia e morre após sofrer descarga elétrica
Assaltante magro está com um revólver na mão direito e boné na esquerda TERROR NA RODOVIA
Vídeo mostra ação extremamente violenta de ladrões em Rodovia
As imagens mostram que a vítima estava prestes a sair de moto VIOLENCIA NA CIDADE
Homem é flagrado agredindo e tentando atropelar a ex; veja vídeo
Bolsonaro autorizou estudos para a área. PROGRAMA ASSISTENCIAL
Após desistir do Renda Brasil, Bolsonaro autoriza criação de novo programa social
Bolsonaro com Ricardo Barros APREENSÃO
Gaeco cumpre mandado em escritório de Ricardo Barros, lider do governo Bolsonaro na Câmara
presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) AGORA
Maia testa positivo para Covid-19, informa assessoria do deputado
 Joice Pastre, 27 anos, morreu na última sexta-feira (11) GESTO NOBRE
Família doa órgãos de jovem que sofreu aneurisma cerebral