Menu
SADER_FULL
segunda, 21 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Insulina aspirável pode recuperar memória de pacientes com Alzheimer

15 Jul 2010 - 12h01Por Folha Online
Inalar insulina pode melhorar a memória de pacientes com sintomas iniciais da doença de Alzheimer, segundo um estudo de pesquisadores norte-americanos, apresentado na quarta-feira (14) numa reunião da Associação de Alzheimer, em Honolulu.

Os pacientes que receberam o tratamento por quatro meses mostraram melhora nos exames de recuperação da memória, que duraram dois meses.

"Nós acreditamos que os resultados são muito promissores e podem ajudar estudos futuros", disse Suzanne Craft, do VA Puget Sound Health Care System e da Universidade de Washington, em Seattle, que apresentou suas descobertas em Honolulu.

O mal de Alzheimer é uma deterioração fatal e incurável do cérebro que afeta 26 milhões de pessoas no mundo todo. É a forma mais comum de demência.

Vários estudos sugerem que pessoas com Alzheimer têm níveis reduzidos de insulina no cérebro, mesmo em estágios mais adiantados. A insulina é importante para a comunicação entre as células cerebrais e é necessária para o funcionamento do cérebro.

A equipe de Craft queria ver o que aconteceria se eles levassem insulina diretamente ao cérebro.

Eles estudaram 109 pacientes, não diabéticos, com doença de Alzheimer ou uma pré-condição chamada comprometimento cognitivo leve.

Um terço dos pacientes recebeu um placebo e os outros dois terços, diferentes doses de insulina, carregadas em um nebulizador e esguichadas no nariz, duas vezes por dia, durante quatro meses.

Os pacientes que receberam a menor dose de insulina mostraram melhorias significativas em alguns testes de memória, mas não mostraram nenhuma mudança em um teste de memória e aprendizagem ou em um teste de habilidade para realizar atividades diárias.

Em 15 doentes tratados com insulina, a equipe encontrou uma ligação entre a melhoria da memória e das medidas de proteínas-chave relacionadas com a doença de Alzheimer.

A pesquisadora disse que o tratamento está longe de ser útil aos pacientes, mas os resultados são fortes o suficiente para serem estudados em larga escala clínica.

As drogas atuais para o mal de Alzheimer apenas tratam os sintomas, mas nenhuma melhora a memória dos pacientes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

No Brasil, diversos concursos públicos estão disponíveis. CONCURSOS
CRM-MS abre concurso com salários de até R$ 5 mil
 O empresário Eliel Moreira, seu Claudemir e sua família SOLIDARIEDADE
Amigos se unem e compram carro para catator de reciclagem
Cissa Amaral morreu no local e Sebastião Faria foi socorrido ACIDENTE FATAL
Enfermeira morre e policial civil fica ferido em acidente de moto
Lucas chegou a ser socorrido, mas morreu neste domingo FORAGIDOS
Jovem sai para buscar cachorro que escapou e é morto com 2 tiros
Os dois estão separados há dois meses e tem dois filhos juntos, os quais estavam morando com a mãe. TRAGÉDIA NA FAMILIA
Motorista da Energisa mata ex-mulher ontem e hoje comete suicídio
COVID-19 NO FUTEBOL
Flamengo tem 6 casos de covid-19, mas Conmebol não aceita adiar jogo da Libertadores
Tumulos quadruplicaram em maior parte dos cemitérios BRASIL - 136.895 MORTES
Saúde atualiza números da pandemia: Brasil tem 363 novos óbitos
Caixa com cenouras de boa qualidade 100 DESPERDÍCIOS
Governo cria Rede de Bancos de Alimentos para combater desperdício
Ainda de acordo com a atualização, 567.369 pessoas estão em acompanhamento e outras 3.753.082 se recuperaram. PANDEMIA
Covid-19: Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 134,9 mil mortes
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa abre 770 agências amanhã das 8h às 12h