Menu
SADER_FULL
segunda, 10 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER ECO TOUR
Brasil

INSS suspende 419 benefícios em Mato Grosso do Sul

3 Abr 2007 - 04h12

O INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) suspendeu nesta segunda-feira 419 benefícios em Mato Grosso de segurados que responderam o Censo por meio de procuradores, tutores ou curadores, mas que não foram encontrados por servidores do INSS nos endereços declarados. Desse total, 287 benefícios são da unidade de Campo Grande e 132 de Dourados.

Em todo o País, 31.047 benefícios de segurados foram suspensos. Em função disso, o INSS publicou edital, em fevereiro de 2007, convocando 31.332 segurados a comparecerem em uma Agência da Previdência Social dentro do prazo de 30 dias. Apenas 285 responderam ao chamado.

Esses benefícios só podem ser reativados em uma Agência da Previdência Social. Os segurados devem comparecer com o cartão do benefício, CPF (Cadastro de Pessoa Física), documento de identidade e comprovante de residência. Caso os documentos sejam entregues por meio de procurador, os servidores do INSS farão nova visita ao endereço declarado. A economia mensal com estes benefícios cessados e suspensos é de R$ 4,995 milhões.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Entenda como o Paraguai tem 66 mortes por Covid-19 e o que MS deveria aprender
AUXILIO EMERGENCIAL
Apesar da falta de recursos, governo avalia prorrogar Auxílio Emergencial
OPORTUNIDADE NO MS
JBS oferece 600 vagas de emprego em 6 cidades de MS
VACINA COVID 19
Bolsonaro diz que vacina contra covid deverá estar disponível em dezembro
FALSIFICAÇÃO
Nota falsa de R$ 200 começa a circular
REABERTURA DO COMÉRCIO
Brasil e Paraguai podem reabrir comércio na fronteira em 10 dias, diz ministro
REINFECÇÃO EM ALERTA
Novo coronavírus tem segundas novas ondas de reinfecção e acendem sinal de alerta
FÁTIMA DO SUL - DICA CIA DO BICHO
Saiba o que são rações terapêuticas, Cia do Bicho destaca vários tipos, confira
BRASIL - 96.326 MORTES
Brasil tem 2.817.473 casos de Covid-19, indica consórcio de veículos da imprensa em boletim das 13h
EXPLOSÃO EM BEIRUTE
Libanês se emociona e diz: Parecia uma bomba atômica, que acabou com tudo