Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 8 de agosto de 2022
SADER_FULL
Busca
Brasil

INSS paga a partir desta segunda benefícios com final dois

27 Set 2010 - 07h32Por Agência Brasil

O INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) paga os benefícios segunda-feira (27) aos aposentados, pensionistas e demais segurados que ganham até um salário mínimo e têm cartão com final 2, desconsiderando-se o dígito.

Os segurados que ganham acima de um salário mínimo começam a receber o pagamento no dia 1º de outubro, quando ocorrerá o depósito para os que têm cartão de benefício com finais 1 e 6, também desconsiderando-se o dígito. O calendário de pagamentos de setembro prossegue até o dia 7 de outubro.

Segundo o INSS, os beneficiários podem imprimir o extrato mensal de pagamento nos terminais de autoatendimento das instituições que pagam os benefícios da Previdência. O serviço está disponível para consultas também na página do Ministério da Previdência Social (www.previdencia.gov.br), na internet, acessando o link Extrato de Pagamento de Benefício, que fica na seção Agência Eletrônica: Segurado.

Outras dúvidas sobre o calendário de pagamentos podem ser esclarecidas por meio da Central 135. A ligação é gratuita, se realizada de qualquer telefone fixo e tem custo de ligação local, se feita de celular.

Leia Também

COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas
LENDA DO HUMORISMO
Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos
A CONTA GOTAS
Petrobras anuncia corte de R$ 0,20 no preço do diesel
100 PERÍCIA
Senado aprova regras que podem dispensar perícia médica do INSS
CAIXA PARA ELAS
Caixa anuncia programa voltado para o público feminino
COVID NO BRASIL
Brasil registra 265 novas mortes por Covid nas últimas 24 horas
CONFUSÃO DE TORCIDAS
Briga entre torcida do Flamengo e Corinthians deixa feridos em Campo Grande; veja vídeos
PREOCUPANTE
Covid-19: Brasil registra 295 óbitos e 34,4 mil casos em 24 horas
SOB INVESTIGAÇÃO
Brasileiro e estudante de medicina é encontrado morto em carro na fronteira
MILAGRE DA MEDICINA
Siameses brasileiros unidos pelo crânio são separados após 9 cirurgias