Menu
SADER_FULL
domingo, 25 de julho de 2021
Busca
Brasil

Inspetora da Polícia Civil presa em operação contra fraudes ao INSS

8 Jun 2010 - 13h54Por Terra

Solange Silva, inspetora de Polícia Civil lotada na 34ª DP (Bangu), foi presa nesta terça-feira durante a Operação Ghost, que tem como obejtivo desarticular uma quadrilha que fraudava benefícios no Rio. Solange é acusada de formação de quadrilha e fraude previdenciária.

A ação é coordenada pela Delegacia de Repressão a Crimes Previdenciários. Aproximadamente 100 policiais participam da operação, cumprindo 13 mandados de prisão temporária, além de 24 de busca e apreensão de busca e apreensão na Região dos Lagos e em bairros dos subúrbios cariocas.

Iniciada há seis meses, a operação apurava a possível ilegalidade no requerimento e no saque de benefícios assistenciais e previdenciários. O esquema utilizava dados de pessoas mortas ou inexistentes. A quadrilha agia através de uma funerária.

A quadrilha também efetuava empréstimos consignados e, de acordo com as investigações, atuava desde 1999 - os prejuízos causados aos cofres públicos chegam a R$ 1 milhão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Foto: Mycchel Legnaghi - São Joaquim online PREVISÃO DO TEMPO
Maior frio do ano? Temperaturas negativas, geada e até neve!
TRABALHO ESCRAVO
Aliciamento de crianças: família de líderes religiosos é presa em operação da polícia
ATO OBSCENO
Homem é detido após entrar nu em culto evangélico
TRAIÇÃO
Vídeo: Mulher flagra marido com travesti dentro do carro e 'pancadaria come solta'
COVID 19 NO BRASIL
Brasil tem 1 órfão por covid a cada 5 minutos: 'Pensamos que crianças não são afetadas, mas sim
SELEÇÃO OLIMPICA
Brasil ameaça passeio em estreia contra a Alemanha, mas desperdiça chance de goleada histórica
TRAGÉDIA NO RIO
Barco vira com nove pessoas matando 3 crianças e 3 adultos
REVOLTA
Mulher tem parte do rosto destruído por ataque de pitbull sem coleira; assista
FLAGRA
Vigilante descobre traição e mata amante da esposa com 3 tiros
SOB INVESTIGAÇÃO
"Te achei!", gritou suspeito antes de matar jovem de 16 anos com 10 tiros