Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 25 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Infraestrutura será foco de investimentos da Funcef em 2010

3 Fev 2010 - 05h18Por Agência Brasil

Infraestrutura e economia interna serão os grandes focos dos investimentos que a Fundação dos Economiários Federais (Funcef) realizará em 2010. A entidade, que é o fundo de pensão dos funcionários da Caixa Econômica Federal, vê como “muito interessantes” os investimentos em usinas hidrelétricas e tentará entrar com participação na de Belo Monte, que será construída no Rio Xingu (PA).

“Já assinamos um compromisso com a Odebrecht e vamos analisar o projeto da Usina de Belo Monte”, informou hoje (2) o presidente da Funcef, Guilherme Lacerda. Segundo ele, o fundo dispõe de R$ 1,3 bilhão para investir em infraestrutura, mas há possibilidade de esse montante aumentar em até R$ 600 milhões as participações, dependendo dos projetos.

A Usina de Jirau também interessa à Funcef. “Nós queremos investir na Hidrelétrica de Jirau e, inclusive, já aprovamos compra de 50% da participação da Camargo Corrêa na usina”, disse o diretor de investimentos da Funcef, Demósthenes Marques. “Nos interessamos também em continuar investindo em PCHs [pequenas centrais hidrelétricas, com capacidade de geração de até 30 megawatts]”, acrescentou o diretor.

Segundo ele, a Funcef tem participado dos leilões de energia eólica, por meio de empresas das quais é societária. “Já temos participações em três lotes de 30 megawatts de energia eólica e pretendemos estender isso nos próximos leilões”, adianta.

“A economia brasileira está em um patamar muito favorável, pela estabilidade na área econômica. Há, portanto, espaço para continuarmos a investir na economia doméstica, com participação em setores de menor risco, como o de infraestrutura, que tem fluxo de capital mais constante”, avalia o presidente da Funcef.

“Nós prevemos que a economia brasileira terá um crescimento maior do que o mundial em 2010. Daí nossa decisão em tocar investimentos vinculados à economia doméstica”, acrescenta o diretor de investimentos. “Não temos nenhuma aversão a investir no exterior. Mas só consideraremos essa possibilidades a partir da exaustão das possibilidades internas, porque há muito a ser feito no Brasil”, completou o presidente da entidade.

Outra frente de atuação da entidade são os fundos de investimentos em concessões de rodovias vinculadas ao Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), principalmente nos que envolvem logística e portos. “Além de termos participação nos portos de Santa Catarina, somos acionistas relevantes dos grupos que estão investindo nas ferrovias da região”, disse Marques.

Outro projeto que tem despertado o interesse da Funcef é o Trem de Alta Velocidade (TAV), previsto para ligar o Rio de Janeiro, São Paulo e Campinas. “Também vamos dar atenção a esse projeto”, afirmou o presidente da Funcef.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
COVID-19
Ministra de Bolsonaro testa positivo para Covid e cancela agenda em Nova Andradina
ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"
VIDEOS VAZADOS
Torcedora do flamengo esquenta a web com vídeos íntimos
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra em 24 horas 36.473 novos casos e 876 novas mortes
REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada