Menu
ASSEMBLEIA DEZEMBRO 2021
domingo, 5 de dezembro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Indústria já criou 6,3 mil novos postos de trabalho no ano em MS

16 Nov 2009 - 18h05Por Fátima News, com Assessoria

Apenas no mês de outubro foram 518 novas vagas abertas pelo setor industrial com destaque para as indústrias têxteis e do vestuário e borrachas, fumo, couros, peles e similares

 

 

De janeiro a outubro deste ano as indústrias de transformação já criaram 6.360 novos postos de trabalho em Mato Grosso do Sul, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems com base nos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) do Ministério do Trabalho e Emprego. Apenas em outubro foram abertas 518 novas vagas, o terceiro melhor resultado para o mês em toda a série histórica, consolidando a atividade como o principal setor econômico na geração de novos empregos no Estado.

 

 

Ainda de acordo com o Radar da Fiems, esse bom desempenho foi alcançado graças às indústrias têxteis e do vestuário, que abriram 153 novos postos de trabalho no mês passado e 992 no ano, e às indústrias da borracha, fumo, couros, peles e similares, com 142 novas vagas em outubro e 456 no período. Também merecem destaque as indústrias de alimentos e bebidas, que, apesar de criarem apenas 70 empregos no mês passado, no ano abriu 4.440 vagas.

 

 

No acumulado do ano, o segmento industrial foi responsável por 34,7% dos 18.331 empregos formais criados em Mato Grosso do Sul, o que, na comparação com as demais Unidades da Federação, é o 8º maior saldo de 2009, estando à frente de Estados com importante participação na produção industrial nacional, como Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Espírito Santo e Amazonas. Já no que diz respeito à variação relativa sobre o estoque de empregos formais existentes no setor, o Estado continua com a 5ª maior variação (9,11%).

 

 

Geral

 

 

No geral, Mato Grosso do Sul apresentou, no mês de outubro, um saldo líquido de 1.447 postos de trabalho, garantindo, deste modo, uma elevação equivalente a 3% sobre o saldo obtido em igual mês de 2008, quando foram criados 1.405 novos empregos no Estado. O mercado de trabalho sul-mato-grossense apresentou mais um saldo positivo na geração de empregos formais, sendo o quarto melhor resultado já alcançado para o mês na série histórica iniciada em 1999.

 

 

Segundo o Radar da Fiems, comparado com agosto e setembro, o mês de outubro tradicionalmente é marcado por expansões no mercado de trabalho formal. Em outubro, os segmentos econômicos que apresentaram os melhores desempenhos foram o comércio, com 981 novas vagas, a indústria de transformação, com 518 novas vagas, a agropecuária, com 208 novas vagas, e o de serviços, com 133 novas vagas.

 

 

Em termos absolutos, Mato Grosso do Sul apresenta a 15ª maior expansão do emprego formal em 2009 – 18.331 novas vagas -, enquanto em termos relativos ele tem a 7ª maior expansão, equivalente a 4,94% sobre o estoque de empregos verificados ao final de 2008. O Estado ficou atrás apenas de Rondônia, Goiás, Ceará, Piauí, Acre e Mato Grosso.

 

Leia Também

covid_04.12 COVID NO BRASIL
Covid-19: país tem 22,1 milhões de casos e 615,5 mil mortes
LIÇÕES DA BIBLIA
Deuteronômio em escritos posteriores
ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos