Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de junho de 2021
Busca
Brasil

Indústria de MS vence o Prêmio CNI na categoria média e grande empresa

18 Nov 2009 - 14h59Por Fátima News, com Assessoria

O empresário Wanderley Scucuglia, da Nastek, recebeu o troféu das mãos do presidente da CNI, Armando Monteiro

 

 

A Nastek Indústria e Tecnologia, de Campo Grande, foi a campeã na categoria “Inovação e Produtividade de Média e Grande Indústria” do Prêmio CNI 2009, cuja cerimônia de premiação foi realizada na noite desta terça-feira (17/11) em Brasília (DF). Além disso, a empresa Progemix Resilix Reciclagem do Brasil, também de Campo Grande, foi a terceira colocada na categoria “Desenvolvimento Sustentável de Micro e Pequena Indústria”.

 

 

Para o superintendente do IEL, Bergson Amarilla, responsável pelo Prêmio CNI em Mato Grosso do Sul, o destaque das indústrias do Estado já era esperado. “São indústrias que já participaram de outras premiações de inovação e tiveram bons resultados, como no Prêmio Finep. Quando soubemos que elas eram finalistas no Prêmio CNI, já esperávamos o reconhecimento, pois o investimento em inovação feito por essas empresas fez com que merecessem essa premiação”, declarou, ressaltando como esse bom resultado serve de estímulo para outras empresas do Estado participarem da premiação no próximo ano.

 

 

O empresário José Wanderley Scucuglia, proprietário da Nastek, disse que ficou surpreso com o resultado. “Nós estávamos muito confiantes de que seríamos reconhecidos, mas o primeiro lugar foi uma boa surpresa. Esse Prêmio serve como incentivo para melhorar os processos dentro da empresa e estimular o envolvimento de todos”, disse.

 

 

Já o empresário Anagildes Caetano de Oliveira, proprietário da Progemix Resilix, o Prêmio CNI tem fundamental importância para estimular as empresas a participarem e a desenvolverem trabalhos de inovação. “Estar entre os finalistas foi uma grande vitória e ter conquistado o  terceiro lugar também foi muito gratificante, pois tivemos reconhecido um trabalho de grande importância tanto para o meio ambiente quanto para a economia”, avaliou. 

 

 

Projetos

 

 

A Nastek Indústria e Tecnologia concorreu com o projeto SDM (Sistema de Despacho Móvel), que é um sistema de comunicação móvel de dados via rádio VHF. De acordo com José Wanderley Scucuglia, a empresa adotou como estratégia a inovação para suprir um gargalo tecnológico e possibilitar a utilização das plantas de rádios analógicas já instaladas nas companhias para comunicação confiável de dados.

 

 

Já a Progemix concorreu com o projeto “Verde Vida – Um compromisso com a Humanidade”, que consiste em reaproveitar resíduo de demolições e de obras de construção civil para transformar em telhas e blocos de concreto. A empresa recebe por mês cerca de 200 caminhões de resíduos, que equivalem a cerca de mil toneladas de material utilizado para a produção de 80 mil telhas e 160 mil blocos por mês. “Essa é a nossa forma de produzir, gerar empregos e promover a sustentabilidade. Hoje, 90% da matéria-prima utilizada em cada produto é reciclado”, ressaltou Anagildes de Oliveira.

 

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

APOSTAS NO BRASIL
É legal apostar em esportes no Brasil?
CRIME BRUTAL
Mulher é encontrada morta com rosas, uma aliança nas mãos e frase cruel escrita na testa
TRAGEDIA
Casal é encontrado morto no banheiro com o chuveiro ligado
VEJA VÍDEO
Servidora não deixa lençol sujar com sangue de bandido e viraliza na internet
LUTO NA TV
Apresentador do Balanço Geral morre vítima da covid
COPA AMÉRICA
Com mudanças, Brasil encara Colômbia para garantir liderança do grupo
JOGOS ONLINE
Expectativas para legalização de jogos de azar movimenta mercado internacional
Policial
Criança de 6 anos sofre trauma de crânio após cair de atração no Beto Carrero World
DOSE ÚNICA
Avião com 1,5 milhão de doses da Janssen chega amanhã, diz ministro
REAÇÃO CERTEIRA
Mulher flagra filha sofrendo estupro e esfaqueia pedófilo