Menu
SADER_FULL
terça, 11 de maio de 2021
Busca
Brasil

Indústra brasileira cresceu 0,5% em junho, diz IBGE

6 Ago 2004 - 09h52
A indústria brasileira cresceu 0,5% em junho, na comparação com maio, atingindo o maior nível de produção desde o inicio dos anos 70, quando começou a Pesquisa Industrial Mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em relação a junho do ano passado o crescimento foi de 13%, a maior variação desde fevereiro de 2000. No semestre, a produção nacional acumula alta de 7,7%, conforme divulgou o IBGE.

Segundo o instituto os resultados confirmam a fase de sustentação no ritmo da atividade. De maio para junho, 13 dos 23 ramos industriais se expandiram, com destaque para as industrias têxtil (4,7%), de máquinas e equipamentos (2,3%), perfumaria (7,6%) e veículos automotores (1,3%).

A pesquisa mostra que os setor industrial como um todo cresceu ao logo dos últimos quatro meses, tendo acumulado entre fevereiro e junho deste ano a taxa de 5,4%, influenciada por bens de consumo duráveis (automóveis e eletrodomésticos), com alta de 13,1% do período e bens de capital (máquinas e equipamentos) com alta de 9,7%.
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto