Menu
SADER_FULL
sábado, 6 de março de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Índice que reajusta aluguéis chega a 0,55% na primeira prévia de abril

11 Abr 2011 - 14h44Por Agência Brasil

A inflação medida pelo Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) apresentou alta na primeira prévia de abril, com uma taxa de 0,55%, superior ao índice de 0,48% do primeiro levantamento de março.

O IGP-M é usado como referência para reajuste em contratos de aluguel. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), a alta foi puxada pelos subíndices de Preços ao Produtor Amplo (IPA) e de Preços ao Consumidor (IPC).

O IPA teve inflação de 0,63% na primeira prévia de abril ante uma taxa de 0,56%.

A alta foi puxada por produtos como alimentos processados (cuja taxa passou de 0,27% em março para 1,05% em abril) e materiais e componentes para a manufatura (de 0,67% para 1,03%).

O IPC passou de 0,35% em março para 0,46% em abril, alta influenciada principalmente por alimentos, que passaram de uma deflação (queda de preços) de 0,04% para um aumento de 0,28%.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) foi o único dos três subíndices que compõem o IGP-M que não teve alta, já que apresentou a mesma taxa entre a primeira prévia de março e a primeira prévia de abril (0,23%).

A primeira prévia de abril do IGP-M foi medida pela FGV entre os dias 21 e 31 de março deste ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento