Menu
SADER_FULL
quarta, 12 de maio de 2021
Busca
Brasil

Índice de reajuste de aluguel teve aumento de quase 6% em um ano

31 Jul 2010 - 06h13Por Diário MS

A inflação do IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), que é usado como referência nos contratos de aluguel, teve aumento de 0,15% este mês, depois de uma alta de 0,85% em junho. A maioria dos contratos de locação é baseada no IGP-M do mês de assinatura.
O índice calculado mensalmente pela FVG (Fundação Getúlio Vargas) teve variação de 5,85 % no ano e de 5,79 % nos últimos 12 meses. O número é bem maior do que o apresentado no ano passado inteiro, que teve acumulado negativo de -1,72%.

Em Dourados, onde os aluguéis acompanham o índice, o setor imobiliário tem crescido nos últimos meses e o grande problema, segundo as imobiliárias, está na demanda para aluguéis.
Para o gerente de locação de outro estabelecimento da cidade, Paulo Bulgarelli, o maior problema está em encontrar imóveis que entrem na faixa de R$ 300,00 a R$ 800,00 mensais de aluguel. “Não conseguimos achar imóveis nessa faixa de preço e a procura é muito grande. Acaba não tendo número suficiente para atender todo mundo”, afirma o gerente de locação.

No caso da compra, segundo as imobiliárias, a maior dificuldade, em Dourados, está em encontrar imóveis com preço de até R$ 100 mil. “Todos os valores estão difíceis de encontrar, mas abaixo de R$ 100 mil é ainda mais complicado”, afirma Paulo Bulgarelli.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul