Menu
SADER_FULL
sábado, 16 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Índia é encontrada morta em aldeia de Dourados

18 Dez 2006 - 13h12
A índia guarani-cauiá Nilda Ramires, 40, foi encontrada morta na manhã de hoje na aldeia Bororó, em Dourados. O corpo estava no barraco onde ela morava com o índio Ranulfo Gonçalves, 54. Inicialmente a morte foi tratada com suicídio, pois a vítima estava de joelhos e com um pedaço de pano enrolado no pescoço. Entretanto, a perícia da Polícia Civil acredita que Nilda tenha sido assassinada.

O marido é o principal suspeito. Os peritos que foram ao local constataram que a cena da morte não caracterizava suicídio. Além disso, a índia apresentava um hematoma na cabeça.

Ranulfo Gonçalves, que ainda hoje deve ser apresentado na delegacia pelo conselho indígena de aldeia, teria dito que na noite de ontem teve uma briga com Nilda Ramires. O casal estava embriagado. Ranulfo contou que foi agredido pela mulher e que também a agrediu. Entretanto, na versão que apresentou aos líderes da aldeia, o índio negou ter cometido o crime.

Disse que saiu após a briga e retornou hoje de manhã, quando encontrou a mulher morta. O corpo de Nilda Ramires foi encaminhado para uma funerária da cidade, onde passará por autopsia. Na década de 90, vários índios foram assassinados na reserva de Dourados e os corpos deixados pendurados, como se tivesse ocorrido suicídio.

 
 
 
 
Portal do MS

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Ame o Senhor, seu Deus
BRASIL VERDE
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
LIÇÕES DA BÍBLIA
Outras imagens
LIÇÕES DA BÍBLIA
Seu povo especial
REVOLTANTE
Vanessa, de 18 anos, é atropelada e morre após reagir a assédio
LIÇÕES DA BÍBLIA
O livro da aliança
PAVOROSO
Acumulador de lixo transforma rua de cidade modelo em paraíso das ratazanas
JOGOS MORTAIS
Escola envia carta aos pais alertando sobre a série 'round 6'
NAUFRÁGIO
Barco naufraga e duas pessoas desaparecem; buscas continuam nesta segunda (11)