Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 26 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Índia Caiuá de 102 anos que não anda e pouco fala teve que provar que está viva para rec

7 Abr 2011 - 10h25Por Midia Max

Rosalina Jenoário é uma velha índia da etnia Caiuá que não anda mais e pouco fala. Com estado de saúde debilitado ficou dois meses sem receber a aposentadoria de R$ 545,00 porque o INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) achou que ela não mais vivia.

Para provar que ainda estava viva Rosalina que está com 102 anos de idade teve que ir até a agência do Banco do Brasil no centro de Dourados para ser vista pelo gerente da agência. Até janeiro quem recebia aposentadoria era a filha de Rosalina que de posse do cartão e da senha sacava o dinheiro no banco.

Acontece que Rosalina teve que se deslocar da Agrovila Formosa distante 50 km de Dourados para ir até a agência bancária. O neto Célio da Silva de 26 anos foi incumbido de trazer a “índia velha” até o banco.

Acontece que Célio não tem carro. A idoso poderia ser transportada por uma ambulância mas o Posto de Saúde da Vila Formosa não conta com este tipo de veículo. Célio contratou um taxi. Dos R$ 545,00 teve que dar R$ 140,00 para a corrida do taxi.

Os funcionários do Banco foram até o taxi que esta do outro lado da rua para conferir se Rosalina Jenoário realmente é viva e não quiseram ser fotografados ou dar entrevista.

A partir de agora Rosalina que é mãe de nove filhos e pertencente a tradicional família Isnarde da Reserva Indígena de Dourados terá que voltar todos os meses na agência para receber o benefício.

Célio afirmou que vai tentar junto ao INSS uma autorização para que a aposentadoria seja liberada sem a presença da idosa que não pode mais se locomover de um lado para outro por causa do seu estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AUXILIO POPULAÇÃO
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas
UTI LOTADAS
13 crianças com covid estão em estado grave em Cuiabá
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe descobre estupro ao desconfiar que filha de 12 anos tinha ciúmes do padrasto
VIRUS A SOLTA
Caixão com corpo que tinha identificação de risco biológico por Covid é achado em estrada
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem fez vídeo antes de morrer em acidente no Paraná: 'Devagar, motora'
FATALIDADE
Padre cai de pedra em cachoeira e corpo é encontrado em poço
GANGUE DO TIJOLO
Menores entre 13 e 17 anos formam bando e fazem 'arrastão'; veja vídeo
LUZ DO DIA
Empresário é executado com três tiros dentro de carro
SELFIE DA MORTE
Professora tenta tirar selfie e morre afogada ao cair no mar
tratamento precoce prefeito curitiba 100 TRATAMENTO
"Estão no Cemitério", diz prefeito de Curitiba sobre pessoas que usaram tratamento precoce Covid-19