Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 20 de junho de 2021
Busca
Brasil

Incra vai realizar mutirão de documentação em abril em Fátima do Sul

26 Fev 2010 - 14h00Por Fátima News
O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a Delegacia Federal do Desenvolvimento Agrário (DFDA) vão realizar, no primeiro semestre deste ano, 12 mutirões de documentação da trabalhadora rural em Mato Grosso do Sul. O calendário de realização dos eventos foi apresentado, nesta quarta-feira (24) para os representantes dos órgãos do governo do Estado e das prefeituras envolvidos. Serão beneficiados, no primeiro semestre, trabalhadoras rurais dos municípios de Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante, Douradina, Fátima do Sul, Vicentina, Glória de Dourados, Jateí, Deodápolis, Juti, Caarapó, Dourados e Itaporã.

Em 2009, foram realizados 18 mutirões no Estado, tendo sido emitidos 4.736 documentos, beneficiando 3.060 mulheres e 1.676 homens.
Durante os mutirões, agricultoras familiares, assentadas da reforma agrária, integrantes de comunidades remanescentes de quilombos e indígenas podem obter Carteira de Identidade, Cadastro de Pessoa Física (CPF), Carteira de Trabalho, Registro de Nascimento.

Além de solicitar os documentos pessoais, quem participa dos mutirões tem a oportunidade de oficializar casamento, dar entrada em pedidos de divórcio e de pensão alimentícia e registrar-se na Previdência Social. Também serão oferecidos aos trabalhadores outros atendimentos como cópia de documentos, fotografias para documentos e palestras com temas de interesse geral, como consumo de álcool, tabaco, drogas; o uso correto da energia elétrica e água; planejamento familiar, entre outros assuntos.

Parcerias
Em Mato Grosso do Sul, os mutirões contam sempre com a parceria da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sejusp), da Delegacia Regional do Trabalho, da Secretaria de Assistência Social e Economia Solidária (Setass), do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), da Caixa Econômica Federal, Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul), da Energias do Brasil (Eletrosul), da Defensoria Pública, das Prefeituras Municipais e suas Secretarias.

Para Celso Arruda, Delegado Federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário – DFDA/MS, a documentação civil básica é condição essencial para que a trabalhadora rural possa participar dos programas de reforma agrária e garantir a titulação conjunta da terra para o homem e a mulher. “Além disso, facilita a ela o acesso ao crédito bancário e ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) destinado à mulher, ao seguro-safra, a programas de assistência técnica e de comercialização de produtos”.

O INCRA estará atendendo em Fátima do Sul no dia 20 de Abril, no Centro de Conviver, localizado na Rua Celso Joaquim de Barros, esquina com Salatiel Barros Cavalcante.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LUTO NA MÚSICA
Cantora gospel que defendia tratamento precoce morre de Covid-19 após ter os pulmões comprometidos
VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado