Menu
SADER_FULL
sábado, 28 de março de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
MEDICAL CENTER - POLONIO
Brasil

Incra vai assentar 22 mil famílias em MS até 2006

8 Jul 2004 - 14h39
O superintendente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) em Mato Grosso do Sul, Luiz Carlos Bonelli, afirmou hoje, durante encontro na Fetagri (Federação dos Trabalhadores na Agricultura), em Campo Grande, com cerca de dois mil sem-terra, que a meta do assentamento de 22.000 famílias até 2006 será cumprida.
Segundo Bonelli, o fato da agropecuária estar bem organizada no Estado dificulta o processo de Reforma Agrária. Bonelli comentou ainda o índice de 43% de venda de lotes por famílias assentadas no Estado. "Não adianta assentar sem infra-estrutura. O modelo que o Incra quer implantar no Estado é o de agroindústrias, para que as famílias possam obter pelo menos três salários-mínimos de rendimento mensal," disse. Também participaram do evento desta manhã o presidente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária), Rolf Hackbart e o governador Zeca do PT.

 

CG News


Deixe seu Comentário

Leia Também

TRABALHO VOLUNTÁRIO
Detentas começam confeccionar máscara de proteção para atender Jateí, Vicentina e Fátima do Sul
COVID-19 NO BRASIL
Brasil tem 92 mortes e 3.417 casos confirmados de novo coronavírus, diz Ministério da Saúde
PANDEMIA CORONAVIROS
São Paulo tem 68 mortos por coronavírus, média de uma a cada 2 horas e 20 minutos, e 1.223 casos
LINHA DE CRÉDITO
Governo lança pacote de R$ 40 bi para socorrer pequenas e médias empresas
AMOR AO PROXIMO
Xuxa vai doar R$ 1 milhão ao SUS para combate ao coronavírus
77 MORTOS
Casos de coronavírus no Brasil em 27 de março
REFORÇO
Câmara aprova projeto que prevê R$ 600 por mês ao trabalhador informal por conta do coronavírus
CORONAVÍRUS NO MUNDO
EUA se torna novo epicentro da pandemia com 82 mil casos confirmados de coronavírus
ATIVIDADES ESSENCIAIS
Governo define lotéricas e igrejas como atividades essenciais
COZINHA SOLIDÁRIA
Igreja e MST criam cozinha solidária para pessoas em situação de rua