Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 29 de maio de 2024
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Busca
Brasil

Incra aprova criação de quilombo na Picadinha

9 Fev 2011 - 11h41Por Diário MS

Depois de uma análise completa do processo de demarcação de terras quilombolas no distrito da Picadinha, em Dourados, o Comitê de Decisão Regional do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) aprovou o relatório técnico de identificação e delimitação da área de 3.538 hectares, reivindicada pelas famílias de descendentes de escravos.


Com isso, o próximo passo no processo deve ser a notificação dos produtores e da comunidade quilombola. Segundo o representante de Mato Grosso do Sul no processo de regularização fundiária dos territórios quilombolas no Estado, José Roberto Camargo de Souza, cada um dos produtores receberá uma notificação sobre o parecer aprovado e terá 30 dias para uma contestação para o órgão central em Brasília.


Souza explica ainda que, depois de passar por todas as fases e prazos, o processo deve ser analisado pelo presidente do Incra em Brasília, que emitirá uma portaria com o parecer sobre o território quilombola. Só então a documentação deve ser encaminhada à presidência da república para que seja emitido o decreto de desapropriação.


“Tudo é um processo muito longo. Podemos dizer que ainda estamos no meio do caminho, porque as decisões judiciais precisam ser respeitadas. É importante esclarecer também que não é apenas chegar e desapropriar as terras. Existe um estudo e durante todo o processo o direito de defesa é respeitado. Além disso, o processo é público e os advogados podem acessá-lo para saber sobre o andamento”, destaca o representante.


O processo de demarcação da Comunidade Quilombola Desidério Felipe de Oliveira, foi aberto em 2005. Em 2009, o relatório técnico foi concluído e publicado no Diário Oficial do Estado. Na época, as 56 famílias de produtores tiveram 90 dias para contestar o processo administrativo que apontava que os 3.538 hectares seriam destinados a 60 famílias descendentes de quilombos. As contestações foram analisadas, uma a uma, pela equipe técnica e jurídica do Incra e tudo foi encaminhado para o Comitê de Decisão Regional para análise completa.


As famílias remanescentes da região argumentam que as terras pertenceriam à fazenda Cabeceira de São Domingos, de propriedade do centenário Desidério Felipe de Oliveira e que, por isso, seria de direito dos seus descendentes.


Os produtores da região dizem que a desapropriação é uma injustiça com os agricultores que moram há meio século no distrito de Dourados. Eles afirmam que possuem registro no Cartório e direito de propriedade.


Segundo o MPF (Ministério Público Federal), o processo de identificação e demarcação de quilombos em Mato Grosso do Sul será executado com a “prévia e justa indenização da terra nua e das benfeitorias” aos atuais proprietários das áreas litigiosas. O pagamento prévio e em dinheiro está garantido pelo artigo 32 do Decreto-Lei 3365/41. A indenização da terra nua segue a tabela de preços feita por peritos do Incra, que é atualizada anualmente com valores da terra de cada microrregião de determinado Estado.

Participe do nosso canal no WhatsApp

Clique no botão abaixo para se juntar ao nosso novo canal do WhatsApp e ficar por dentro das últimas notícias.

Participar

Leia Também

Fotos: PMMS/ BMMS BOMBEIROS DE MS NO RS
Com atuação de equipes dos Bombeiros, PM e Defesa Civil, MS continua a apoiar o Rio Grande do Sul
Xadrez MS
Enxadristas representam Mato Grosso do Sul em competição nacional de base em Natal
Saúde Delicada
O Ator Tony Ramos passa por cirurgia de emergência na cabeça para tratar sangramento cerebral no RJ
Ajude o RS
Culturamense registra a devastação de Lageado durante entrega de 21 toneladas de donativos
Fotos: Saul Schramm BOMBEIROS DE MS EM AÇÃO NO PANTANAL
Para combater incêndios florestais no Pantanal, Governo de MS instala bases dos bombeiros em 13 área

Mais Lidas

FÁTIMA DO SUL EM DESTAQUE
Conhecendo Fátima do Sul com Leandro Santos: Uma viagem cultural pelo Favo de Mel do MS
FATIMASSULENSE EM DESTAQUE
Fatimassulense é pódio em mais um rodeio em touros, agora na Expotac 2024
Fotos: Washington Lima / Fátima Em DiaFÁTIMA DO SUL - REFORMA ILHA DO SOL
Prefeita Ilda Salgado Machado inicia reforma transformadora da Ilha do Sol em Fátima do Sul, ASSISTA
Sósia
Professora acusada de se relacionar com ex-aluno adolescente desabafa
 FÁTIMA DO SUL DE LUTO
Fátima do Sul se despede de Ricardo dos Santos, pai do Jacaré, Pax Oliveira informa sobre velório