Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 16 de junho de 2021
Busca
FÁTIMA DO SUL

Inclusão de deficiente visual vira desafio de Escola em Fátima do Sul

12 Nov 2009 - 13h40Por Redação Fátima News

Há três anos a Escola Estadual Senador Filinto Müller atende alunos com deficiência visual – cegos e baixa-visão. Hoje estão freqüentando regularmente as aulas quatro alunos cegos e uma aluna baixa-visão.

 

 

Um dos primeiros alunos matriculado foi o senhor Getúlio Valentin Assunção que nunca havia freqüentado a escola e com 60 anos está alfabetizado. Apesar das dificuldades motoras consegue ler e escrever em Braille utiliza o sorobã para cálculos matemáticos e é um grande incentivador de seus colegas pela sua persistência e coragem. Estuda a 2ª fase da EJA

 

 

A Angélica Dionízio Rocha é aluna da escola desde 2003 iniciou com baixa-visão e hoje possui apenas resíduo de luminosidade. Já lê e escreve em Braille. Utiliza o programa de computador para cegos – Dosvox - com muita facilidade e autonomia. Estuda o 5º ano do Ensino Fundamental. É uma aluna dedicada e esforçada, recebe muito apoio da família.

 

 

A aluna Daniela Ledesmo foi uma das primeiras alunas a freqüentar a escola também nunca tinha freqüentado escola e hoje se sente realizada, pois fez novas amizades e está totalmente integrada e incluída no grupo. Estuda o 2º ano do Ensino Fundamental

 

 

A aluna Marina Rosa da Silva chegou depois. Já havia sido alfabetizada no Instituto dos Cegos de Campo Grande. Lê e escreve com muita desenvoltura o Braille. É muito crítica e simpática.

 

 

A aluna Irene Ramos tem baixa-visão como conseqüência do albinismo, e está cursando o 7º ano do Ensino Fundamental. É muito corajosa e perseverante, mãe de dois filhos – um deles estuda com ela e ajuda em sala de aula. Quer ser professora.

 

 

Além de freqüentarem o ensino regular os alunos recebem aulas na sala de recursos em outro turno, onde aperfeiçoam as técnicas do sistema Braille de escrita, aprendem sorobã e recebem instruções sobre como se orientar no espaço – Orientação e Mobilidade e AVD.

 

 

A escola recebeu uma Sala Multifuncional DV para atender esses e outros alunos que virão no ano de 2010.. São recursos de última geração para atender os alunos deficientes visuais e com isso facilitar seus estudos.

 

 

Com a reforma a escola será adaptada com piso tátil, rampas, e outros recursos de acessibilidade, tornando um ambiente adequado e facilitador para os deficientes visuais e outros.

 

 

Ser uma escola inclusiva é ser um espaço de todos e para todos. Espaço este em que devemos buscar atender e entender a diversidade humana.

 

 

Veja um pouco do trabalho desenvolvido na Escola Estadual Senador Filinto Muller clicando o link abaixo:

 

 

ESCOLA INCLUSIVA

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial
918d8b7fa56ee0a828ae4ad908fedeb3 ATENTADO AO PUDOR
Casal é flagrado fazendo sexo em plena praça pública no dia dos Namorados
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem morre após desviar de buraco e cair com carro em córrego
+ AUMENTO
Gás de cozinha fica mais caro a partir desta segunda feira, 14