Menu
SADER_FULL
domingo, 19 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Inaugurada a 1ª rodovia duplicada ligando duas cidades de MS

21 Dez 2009 - 14h36Por Mídia Max
O governador André Puccinelli esteve em Batayporã e Nova Andradina no ultimo sábado (19 de dezembro), inaugurando a duplicação da MS-134 que liga a sede dos dois municípios. A deputada Dione Hashioka, uma das autoridades que solicitaram a duplicação, participou do evento junto com o ex-prefeito Roberto Hashioka, que também envidou esforços pela efetivação da obra. A duplicação da primeira rodovia ligando dois municípios de Mato Grosso do Sul, é uma antiga aspiração dos usuários e das autoridades da região.

Conhecida como “Rodovia da Morte” devido aos constantes acidentes, resultado de intenso tráfego, principalmente de caminhões devido a ligação das cidades da região com os estados de São Paulo e Paraná, especialmente de veículos pesados transportando grãos rumo ao Porto de Paranaguá, a via tem agora 8,5 metros de largura em toda a sua extensão, duas rotatórias e um contorno em frente ao posto da Polícia Rodoviária Estadual, garantindo agilidade e segurança para os usuários.

Também foi entregue outro benefício solicitado por Dione Hashioka, pelo prefeito Edson Ibrahim e pelo presidente da Câmara, Jorge Takahashi, reportando reivindicação dos trabalhadores do frigorífico Minerva, é a construção de uma ciclovia iluminada, com cerca de um quilômetro, ligando o trevo de entrada da cidade de Batayporã até o frigorífico.

“A ciclovia dará mais segurança a cerca de 500 trabalhadores que usam o trajeto diariamente para ir e vir do trabalho”, comemorou a deputada. Ao usar a palavra, o ex-prefeito Roberto Hashioka, recordou sua chegada em Nova Andradina, há 28 anos, seu trabalho como engenheiro-chefe do antigo Dersul, quando teve a oportunidade de trabalhar na pavimentação da rodovia e várias outras obras de pavimentação na região, e lembrou que, posteriormente, ao assumir o primeiro mandato como prefeito, vislumbrou dois projetos de grande importância para a região citando o contorno rodoviário que retira o tráfego pesado do centro da cidade e a duplicação da rodovia entre Nova Andradina e Batayporã, providenciando dois projetos para as obras, um ao governo estadual e outro ao federal.

Conforme Hashioka, foi com muito trabalho e muitas dificuldades, após a eleição do governador André e da deputada Dione Hashioka, a obra foi realizada. “Foi preciso um governador com determinação e uma deputada com representação política necessária para que pudéssemos realizar essa importante obra” concluiu Roberto Hashioka. Gilberto Garcia, prefeito de Nova Andradina, considerou que a duplicação da rodovia “trará mais tranqüilidade e mais segurança para a população. É uma bela obra que, realmente, é o cartão postal de entrada do Mato Grosso do Sul”, afirmou.

Dione Hashioka falou da honra em estar participando de um governo que promete e faz, sempre com muita seriedade. Falou do orgulho em representar o Vale do Ivinhema e de trabalhar com políticos municipais que colocam os interesses do Município em primeiro Lugar, com muita garra e determinação. “A duplicação da MS-134 será de grande importância para o desenvolvimento da região e de todo o Mato Grosso do Sul porque é a porta de entrada e saída da produção e fronteira de três Estados”.

Após um breve relato sobre as contas públicas do Governo desde o início do mandato, o governador André Puccinelli disse que a palavra de ordem é a municipalização. “Hoje, ao entregarmos esta rodovia, nos sentimos em fase de realização. Estou contente em entregar a duplicação da rodovia com uma ciclovia, para que os ciclistas que trabalham no frigorífico tenham mais segurança com iluminação central”, disse Puccinelli que convocou a classe política e todos aqueles que gostem de Nova Andradina a unirem-se para que a cidade se torne a quarta em importância no Estado.

“Nova Andradina ruma-se ao desenvolvimento de forma acelerada”, afirmou André que, ao encerrar desejou, além de um bom natal e que 2010 se transforme, com certeza, em um ano de esperanças. “Ao fazer a primeira cirurgia no Hospital Regional, que vamos equipar por completo, eu vou me permitir, como bom cirurgião que fui, a dar uma treinadinha em uma cirurgia”, brincou o Governador. Participaram também do evento o deputado federal, Valdemir Moka; deputados estaduais Ary Rigo e Arroyo; prefeito de Batayporã, Edson Ibrahim; vereadores e secretários municipais das duas cidades.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

TSUNAMI NO BRASIL?
Brasil pode ser atingido por tsunami; entenda
SERPENTE
Rapaz de 18 anos é atacado por jararaca durante pescaria
TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado