Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 31 de julho de 2021
Busca
Brasil

Inadimplência no comércio cresce 3,73% em um ano

9 Set 2010 - 17h08Por Agência Brasil

A taxa de inadimplência cresceu 3,73% em agosto em relação ao mesmo mês de 2009. A informação foi divulgada hoje (9) pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Serviço Nacional de Proteção ao Crédito (SPC).

Segundo o presidente do CNDL, Roque Pelizzaro Junior, o crescimento no período é decorrente do aumento do crédito e da ampliação dos prazos de pagamento, logo após a crise econômica.

“O crédito pode ter efeito ambíguo. Falta planejamento do consumidor, mas a balança ainda está bem equilibrada”, destacou.

Na passagem de julho para agosto deste ano, houve queda de 2,13% na inadimplência. No acumulado do ano (de janeiro a agosto), a queda foi de 1,96% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Segundo a CNDL, também ocorreu um aquecimento na atividade do comércio, uma vez que as consultas ao Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), feitas quando o cliente compra a prazo ou com cheque, subiram 5,5% em agosto em relação a julho. A alta é ainda maior na comparação de agosto com o mesmo mês do ano passado, de 9,35%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÃOPAINHA
Cachorro toca campainha após ficar trancado fora de casa
SONHO INTERROMPIDO
Ultimo ensaio fotográfico minutos antes de médico sofrer choque e morrer nas vésperas de casamento
OLIMPÍADA
Rebeca é prata e faz história na ginástica olímpica em Tóquio
FENÔMENO DA NATUREZA
Chuva de meteoros será visível na madrugada de quinta para sexta em todo Brasil
A CASA CAIU
Mulheres se unem e surram "valentão" flagrado agredindo ex no meio da rua
CRISE HÍDRICA
Novas fontes preparam MS para a crise hídrica, ressalta governador
ABAIXO DE ZERO
Com -8,6°C, SC registra a menor temperatura do Brasil em 2021, diz Inmet
COVID-19
Em dia de aumento de casos Brasil tem 1.333 óbitos por Covid - 19 nas últimas 24 horas
CONCURSO PÚBLICO
Caixa Econômica convocará 9 mil de concursos e abre mais mil vagas
BRASIL - 550.502 MORTES
Covid-19: país ultrapassa 550 mil mortes e tem 19,7 milhões de casos