Menu
SADER_FULL
terça, 26 de outubro de 2021
Busca
Brasil

Inadimplência do consumidor sobe 5% em outubro, diz Serasa

14 Nov 2006 - 13h23
A inadimplência do consumidor cresceu 5% em outubro na comparação com o mês anterior, segundo a Serasa. No acumulado dos dez primeiros meses deste ano, a inadimplência já acumula alta de 12,3%.

O aumento de outubro ocorreu, no entanto, após duas baixas consecutivas. Apenas em setembro a queda havia sido de 7%.

Segundo a Serasa, o crescimento de outubro reflete fatores sazonais como a alta dos preços dos alimentos nos supermercados, as despesas com a matrícula de alunos da rede privada de ensino e o elevado comprometimento da renda com dívidas contraídas no varejo e com bancos.

Ainda de acordo com técnicos da Serasa, o aumento da renda do consumidor com os reajustes salariais que tiveram ganho real nos últimos meses e o pagamento da primeira parcela do 13º para aposentados e pensionistas do INSS em setembro não foram suficientes para manter a trajetória de queda da inadimplência.

De acordo com a Serasa, as dívidas com cartões de crédito e financeiras tiveram o maior peso no aumento da inadimplência no mês passado. Essas dívidas responderam por 34,1% dos débitos em atraso. Em seguida apareceram as dívidas com bancos (33%) e os cheques sem fundos (30,1%).

O valor médio dos cheques sem fundos alcançou R$ 578,39 nos dez primeiros meses deste ano, uma alta de 8,9% em relação ao mesmo período de 2005.

Folha Online

Leia Também

LIÇÕES DA BÍBLIA
Amem o estrangeiro
LIÇÕES DA BÍBLIA
Circuncidem seu coração
OLIMPÍADA 2024
Atletas de MS terão bolsas de até R$ 7 mil para competir nos jogos olímpicos
LIÇÕES DA BÍBLIA
Estudo adicional
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra 15.609 casos e 373 mortes em 24 horas
ESTAVA DESAPARECIDO
Corpo de pescador é encontrado dentro de jacaré
LIÇÕES DA BÍBLIA
O principal mandamento
BAIXARAM A GUARDA
Covid-19: Brasil registra 390 mortes e 12,9 mil casos em 24 horas
LIÇÕES DA BÍBLIA
Se me amam, guardarão os Meus mandamentos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Funtrab está com 655 vagas para indígenas interessados em trabalhar em lavouras de maçã em SC e RS