Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 27 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Inadimplência das empresas tem segunda queda seguida, diz Serasa

28 Mar 2011 - 18h27Por G1

A inadimplência das empresas apresentou, em fevereiro, a segunda queda consecutiva na avaliação mensal, com recuo de 1,4% na comparação com janeiro de 2011, divulgou nesta segunda-feira (28) a Serasa Experian.

Inadimplência segue em queda por conta da atividade econômica ainda aquecida em alguns setores, avalia Serasa

Os economistas da Serasa avaliam que a inadimplência segue em queda por conta da atividade econômica ainda aquecida em alguns segmentos e pela maior oferta de crédito para capital de giro e investimentos.

Entretanto, no primeiro bimestre deste ano em comparação ao mesmo período do ano passado, há um aumento na inadimplência de 2,7%, efeito da maior quantidade de dias úteis no primeiro bimestre de 2011 em relação ao mesmo período do ano passado.

Os cheques devolvidos por falta de fundos avançaram 3,5% em fevereiro na avaliação mensal, dando uma contribuição de 1,2% para a alta do indicador. Os bancos registraram acréscimo de 2,2%, resultando em uma contribuição para a alta do indicador de 0,6%. Os protestos, contudo, apresentaram queda de 7,9%, dando uma contribuição negativa de 3,2%.

Pequenas tiveram menor queda
Na comparação mensal, as micro e pequenas empresas tiveram a menor queda na inadimplência, com variação negativa de 1%, seguidas das grandes empresas, com decréscimo de 6%, e médias empresas, com queda de 6,5%.

Na variação anual, todos os portes apresentaram alta. As micro e pequenas tiveram avanço de 7,9%, as médias de 8,5%, e as grandes de 18,9%.

Valor das dívidas
No primeiro bimestre de 2011, as dívidas com bancos tiveram um valor médio de R$ 5.134,90, aumento de 8,2% sobre o mesmo período do ano anterior, diz a Serasa.

Os títulos protestados registraram no primeiro bimestre do ano um valor médio de R$ 1.674,60, alta de 8,3%. Os cheques sem fundos registraram no período um valor médio de R$ 2.009,59, com elevação de 2,5%, na comparação com o primeiro bimestre do ano passado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TURISMO 2021
Turismo 2021: O que esperar do Turismo Brasileiro no próximo ano?
SUA SAÚDE
Carnes de bichos selvagens podem transmitir parasitas, vírus e até matar
SEU BOLSO
Petrobras reajusta gasolina e diesel em 5% a partir desta quarta-feira
SONHOS INTERROMPIDOS
Pais perdem filho de 7 anos em tragédia na BR-376: "Passaram o dia montando a casa para receber ele"
AUXILIO POPULAÇÃO
Governo federal aprova auxílio emergencial para 196 mil pessoas
UTI LOTADAS
13 crianças com covid estão em estado grave em Cuiabá
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe descobre estupro ao desconfiar que filha de 12 anos tinha ciúmes do padrasto
VIRUS A SOLTA
Caixão com corpo que tinha identificação de risco biológico por Covid é achado em estrada
TRAGEDIA NA RODOVIA
Jovem fez vídeo antes de morrer em acidente no Paraná: 'Devagar, motora'
FATALIDADE
Padre cai de pedra em cachoeira e corpo é encontrado em poço