Menu
SADER_FULL
segunda, 17 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Inadimplência com cheques é a menor em 13 meses, aponta Serasa

18 Nov 2009 - 08h34Por Folha Online

A inadimplência com cheques no país foi de 1,92% em outubro, o menor percentual registrado desde setembro de 2008, segundo os dados divulgados pela Serasa nesta quarta-feira. No comparativo com setembro passado, o levantamento apontou queda de 1,0% no número de devoluções, a terceira consecutiva.

Segundo a metodologia da pesquisa, o cheque é considerado sem fundos a partir da segunda devolução. No confronto de outubro com igual mês no ano passado, a inadimplência com cheques recuou 4,5% --primeiro decréscimo neste ano nesse tipo de comparação.

O retorno do crescimento econômico, com juros mais baixos, geração de empregos com carteira assinada e recuperação da renda têm proporcionado melhores condições para a queda da inadimplência com cheques, avaliam os analistas da Serasa. Os técnicos também destacam que, em outubro de 2008, o país entrava na crise econômica e tinha redução de liquidez, queda do consumo, da produção e do emprego.

No acumulado de janeiro a outubro, a inadimplência com cheques foi de 2,19%. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o número de devoluções cresceu 11,7%, impulsionado pela inadimplência elevada no primeiro semestre.

Os especialistas ressaltam que, nos primeiros três meses do ano, devido aos ajustes na oferta de crédito, o cheque pré-datado foi mais utilizado pelo varejo para financiar as vendas. A adoção de critérios menos rigorosos na concessão de crédito também é mencionada pelos técnicos como um fator que contribuiu para as elevações nos indicadores de inadimplência no segundo trimestre.

Para os últimos dois meses do ano, a perspectiva é de que a inadimplência com cheques continue em queda, por conta do pagamento do13º salário.

O Amapá segue sendo o Estado com o maior percentual de cheques devolvidos no país (9,75%), enquanto São Paulo se manteve como o de menor número de devoluções (1,69%). Entre as regiões, a Norte lidera com 4,98% de cheques devolvidos.

 

Leia Também

COVID NO BRASIL
Em 24 horas, foram confirmados pelas autoridades sanitárias 24.934 novos casos de Covid-19
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Jovem morre após ser atingido por avião agrícola pilotado pelo pai
TEMPORAL - VIDEO
Forte chuva derruba árvores e deixa 23 mil pessoas sem energia
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 175 novos óbitos, totalizando 620.971
TRAGÉDIA
Deslizamento de terra destroi casarão histórico em Ouro Preto MG
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Pai, mãe e três filhas morrem em capotamento de caminhão
BIG BROTHER
Saiba quem foram os ex-BBBs que já morreram; 3 estiveram no BBB9
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil tem 87,4 mil casos e 133 mortes em 24 horas
HOMICIDIO EM SÉRIES
Bandido que comia olhos, orelhas e bebia sangue de vítimas é preso
COVID NO BRASIL
Brasil tem em 24 horas, mais 70.765 novos casos de covid-19