Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 31 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Ilda pede apoio da população de F. do Sul contra a dengue

26 Mar 2007 - 08h52

A prefeita de Fátima do Sul, Ilda Salgado Machado (PR), através da secretaria de infra-estrutura municipal e da secretaria municipal de saúde e higiene pública, ela que está preocupada com o grande salto dos casos de dengue em Fátima do Sul e todo o Estado de Mato Grosso do Sul, pediu a colaboração de toda a população fatimasulense e do Distrito de Culturama, para juntos combater esta epidemia da dengue.

 

Ilda Machado destacou a grande porcentagem de casos de dengue em todo o Estado de Mato Grosso do Sul, porcentagem esta que já chega a 70%. “Em decorrência disso, nós temos que adotar medidas preventivas no sentido de minimizar os casos de dengue em nosso município, como forma de controlar o avanço desta epidemia em nossa cidade e nosso Estado. É importante lembrar também que a compreensão e o espírito comunitário de cada um, iremos concluir nossos objetivos e ter-mos uma cidade mais limpa e humana”. Enfatizou Ilda Machado.

 

A prefeita determinou a secretaria municipal de infra-estrutura e a secretaria municipal de saúde e higiene pública, para que se tome as devidas providências: preservar limpo o terreno de sua propriedade ou responsabilidade, tanto na parte interna quanto na parte externa, quando não houve calçadas, evitando o crescimento de ervas daninhas; - quando existir grama, mantê-la aparada; - ao retirar entulhos, ou podar árvores, procurar não fazer aos finais de semana e para manter a cidade limpa, providenciando a imediata retirada da frente de seu imóvel; - acondicionar o lixo doméstico em embalagens apropriadas tipo saco plástico e mantê-las em tambores com tampa; - manter limpos e roçados os terrenos não edificados de sua propriedade; e manter garrafas ou embalagens que possam reter água, viradas com o bocal para baixo.

 

Segundo a Secretária Municipal de Saúde e Higiene Pública, Priscila Gazola, a equipe que faz trabalho de campo esta encontrando vários focos do mosquito transmissor da Dengue, tanto em residências e comércio. “O mosquito nasce em água limpa e parada não importando o bairro, classe social, tanto na periferia quanto no centro da cidade onde também tem sido encontrado foco do mosquito. A única maneira de evitar a dengue é não deixar o mosquito nascer. Para isso, é necessário acabar com os "criadouros" (lugares de nascimento e desenvolvimento do mosquito). Portanto, não deixe a água, mesmo limpa, ficar parada em qualquer tipo de recipiente”. Concluiu a secretária Priscila Gazola.

 

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

TENTATIVA DE ESTUPRO
Vídeo mostra empresário assediando jovem na entrevista de emprego
PANE EM AVIÃO
'Sobrevivemos só com a água chuva', diz cantor de MT que ficou 24 dias na mata
PANDEMIA AINDA NÃO ACABOU
Pandemia avança e MS registra 555 novos casos de Coronavírus em apenas 24h
INCÓGNITA
Governo ainda não definiu como será o 13º de quem teve corte salarial
ANTICORPOS
Bebê nasce com anticorpos contra covid-19
Vítima contou violência sexual para a tia ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Idoso é denunciado por estuprar filha de amigos e a enteada
FENÔMENO DA NATUREZA
Evento raro: Lua Azul poderá ser vista no Dia das Bruxas
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa deposita auxílio emergencial nesta 5ª feira para nascidos em novembro
FOI MAL
Bolsonaro recua e revoga decreto que facilita privatização dos postos do SUS
90% RECUPERADOS
Brasil tem 158,4 mil mortes por covid-19 desde início da pandemia