Menu
SADER_FULL
quinta, 27 de janeiro de 2022
Busca
Brasil

Idosos têm dificuldades para conseguir passagens gratuitas

21 Dez 2009 - 17h37Por TV Morena

Os idosos que pretendem viajar neste fim de ano enfrentam dificuldades para conseguir passagens de graça ou com desconto, como determina a lei. Apesar de as empresas serem obrigadas a reservar dois lugares nos ônibus para pessoas acima de 60 anos, em Dourados, muitos passageiros com direito ao passe livre estão tendo de pagar o bilhete.

Oreci Aquino está de malas prontas vai para o casamento da filha em Curitiba, no Paraná. A felicidade só não é maior porque ele tentou pegar a passagem sem pagar, mas, não conseguiu.

“A dificuldade foi que eles disseram que não era passagem, que eu não ia conseguir porque não era final de linha e que eu tinha que pagar a passagem simplesmente. A metade”, contou Oreci Aquino Moreira, serviços gerais.

A principal reclamação dos idosos é em relação a quantidade de passagens disponíveis totalmente de graça. Pela lei as empresas de ônibus tem que reservar dois assentos. Só que com a chegada do fim do ano a procura aumenta e fica difícil garantir uma vaga.

“Eu acho que não deveria ser assim, deveria ser tudo igual. Por exemplo aqui, a gente vem e não tem vaga. Ele falou que não tinha, que estava tudo preenchida e só teria daqui há 15 ou 20 dias. Api eu não posso porque eu tenho que ir embora”, Maria Ana da Silva, aposentada.

Quando os dois lugares já estão reservados a empresa tem que oferecer outros pela metade do preço. Só tem direito a passagem de graça quem reservar com no máximo 30 dias antes da viagem e no mínimo três horas antes da saída do ônibus.

“Ele precisa de basicamente o comprovante de renda do INSS e do documento de identidade, isso aí são os documentos básicos que ele tem que ter. Além disso ele tem que sempre estar verificando a renda que não pode ultrapassar dois salários mínimos e tem que ter acima de 65 anos de idade para poder ter direito ao benefício”, explicou Tânia Maria Barbosa, fiscal da Agepan.

Inês vai com a família para Mato Grosso. Conseguiu a passagem pela metade do preço. O dinheiro que sobrou já sabe como vai gastar.

“Vou comprar alguma coisa, um presentinho para um ou para outro”, declarou Inês MJansilha, aposentada.

A agência de regulação do transporte diz que aumentou a fiscalização para garantir o cumprimento da lei, mas, que este ano em Dourados nenhuma irregularidade foi encontrada.

A Agepan alerta que o cartão do idoso não é obrigatório para conseguir a passagem, mas facilita o controle da agência e o acesso do idoso as passagens. Em Dourados o cartão pode ser feito no Centro de Convivência, o telefone é o: 3411-7648

A empresa que não fornecer o bilhete ou se negar a dar desconto ao idoso está sujeita a multa no valor de R$ 2.880. Quem não conseguir viajar gratuitamente em ônibus interestaduais deve reclamar à ouvidoria da ANTT, Agência Nacional de Transportes Terrestres. As queixas podem ser feitas nos postos de fiscalização das rodoviárias ou pelo telefone 0800-61-0300.

Leia Também

SUBINDO
Brasil em 24 horas, foram registradas 487 mortes por Covid 19 e 183.722 novos casos registrados
joao 5 39 examinais as escrituras 2_3 LIÇÕES DA BIBLIA
Quanto Falta para o Fim do Mundo?
TRAGÉDIA NA IGREJA
Confusão em culto termina com pastor e jovem mortos, 4 baleados e casa incendiada
SOB INVESTIGAÇÃO
Lutador é executado com 12 tiros, sua esposa esta grávida
SEU DINHEIRO
Qualquer cidadão pode consultar se tem valores a receber de instituições financeiras; saiba como
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 259 mortes e 83,3 mil novos casos
ESTUPRO DE VUNERALVEL
Mãe vê partes íntimas vermelha, pergunta e filha de 2 anos aponta paro o tio
ACASALAMENTO DE COBRAS
Casal sucuri acasalando em rio assusta e impressiona turistas; veja vídeo
MEIO AMBIENTE
O número médio anual de relâmpagos do país aumentará para 100 milhões
COVID NO BRASIL
Em 24 horas, Brasil registrou mais 135.080 casos e 296 mortes por covid-19