Menu
BANNER EMAGRECEDOR VICENTINA
segunda, 12 de abril de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Idosos contribuem com 54% da rende familiar 25% dos lares

7 Out 2004 - 16h41
As pessoas com 60 anos ou mais representam 9,6% da população. De cada quatro lares brasileiros, em um vive pelo menos um idoso. Nessas famílias, em geral constituídas também por filhos e até netos, os idosos são importante fonte de renda e contribuem, em média, com 54% do orçamento familiar.

Os dados foram apresentados nesta quinta-feira pela demógrafa Ana Amélia Camarano, pesquisadora do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que levantou a discussão sobre os gastos públicos com pessoas da terceira idade.

"Os idosos têm sido vistos como grandes consumidores de gastos públicos. Mas o debate não leva em consideração as transferências da renda do idoso para filhos e netos, que tem um efeito multiplicador importante nessas 25% de famílias que vivem com pelo menos um idoso. Nessas famílias, mais do que contribuindo com o orçamento familiar, a renda do idoso leva a que menos crianças trabalhem e freqüentem mais a escola", disse Ana Amélia.

Ana lembrou que a aposentadoria rural e o piso de um salário mínimo para aposentadorias e pensões, instituídos na Constituição de 1988, foram decisivos para a melhoria da renda dos idosos.


Livro
Ana Amélia é autora do livro Os novos idosos brasileiros: muito além dos 60?, lançado nesta quinta-feira durante seminário com o mesmo nome.

Com base em dados do IBGE e do banco de dados do Sistema Único de Saúde (SUS), a demógrafa traça um perfil dos idosos brasileiros e discute o futuro da população em um país como o Brasil, em que o envelhecimento da população tem acontecido em ritmo acelerado, em conseqüência da queda das taxas de natalidade e de mortalidade.


Perfil do Idoso
A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2003, na semana passada pelo IBGE, aponta uma população de 16,7 milhões de brasileiros com 60 anos ou mais de idade, sendo 7,3 milhões homens e 9,3 milhões mulheres. Mostra ainda que os idosos eram 6,4% da população em 1981, passaram para 8% em 1993 e chegaram aos atuais 9,6%.

No livro, Ana Amélia mostra que uma em cada cinco mulheres idosas vive em casa de parentes e que 18,5% não têm renda. Na população idosa feminina, 17,1% não tem autonomia para lidar com as atividades do cotidiano e 8,3% não enxergam.

Entre os homens idosos, as proporções são um pouco menores: 13,3% não são autônomos para atividades do dia-a-dia e 7,4% não enxergam.
 
 
 
Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo