Menu
SADER_FULL
terça, 2 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Idoso morre em Dourados vítima de dengue hemorrágica

28 Mar 2007 - 08h05

Um homem de 79 anos morreu na segunda-feira, dia 19, em Dourados, vítima de dengue hemorrágica, entretanto, a confirmação da doença só saiu nesta semana. Ele ficou internado cinco dias no Hospital Mater Dei e acabou falecendo depois que teve a doença agravada porque era diabético e tomava medicamentos controlados.

O enfermeiro do hospital Roberto Oliveira afirmou que todos os exames e o atestado de óbito confirmaram a morte por dengue hemorrágica. Ele explicou que o idoso estava em um grupo considerado de risco, o que acabou agravando seu estado de saúde.

O idoso, que reside na Vila Lili, em Dourados, seria a segunda pessoa a morrer na cidade vítima da dengue hemorrágica, pois no dia 9 deste mês a esteticista Cristina Marques Rumiatto, 45 anos, morreu no hospital Santa Rita, na cidade, vítima do tipo mais grave da doença.

Por enquanto, Dourados já notificou 2.653 casos de dengue, além de 1.144 confirmados. Seis casos de dengue hemorrágica estão sendo investigados. Em todo o Estado, já são 58.185 casos notificados de dengue, conforme balanço divulgado ontem pela Secretaria Estadual de Saúde, sendo 38.742 casos somente em Campo Grande.

O idoso seria a décima pessoa a ter a morte pela doença confirmada no Estado. A última morte por dengue ocorreu na última segunda-feira, mas ainda não foi confirmada. Silésia Mari Müller, presidente do Lions Club de São Gabriel do Oeste, morreu no HMC (Hospital Miguel Couto), no bairro Carandá Bosque, em Campo Grande, com suspeita de dengue visceral. A doença agrava o estado de saúde do paciente e dificulta o tratamento, pois produz uma inflamação na vesícula, no fígado, nos intestinos, nos pulmões, no coração e até no cérebro, que por sua vez faz com que o órgão afetado pare de funcionar.

Uma mulher de 36 anos morreu no dia 15 de janeiro no hospital de Aquidauana, no dia 17 do mesmo mês Valtuiro de Souza Miguel, de 50 anos, residente em Laguna Caarapã, morreu no hospital de Dourados, no dia 15 deste mês Marta Azevedo Souza, de 23 anos, residente em Tenenos, morreu no HU (Hospital Universitário) de Campo Grande, e no último dia 27, Roberto Pereira de Souza, de 19 anos, morreu no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Três Lagoas.

Ainda Bruno Araújo da Silva, de 17 anos, morreu no hospital de Amambai vítima da dengue, Rosângela Arruda da Cunha, de 40 anos, que morreu no dia 2 deste mês em Três Lagoas com a doença. No dia 6 de março, Macio de Campos Leite, 28 anos, morreu no hospital Marechal Rondon, em Jardim.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Menino de 9 anos, acidentalmente mata irmã de 7 anos com espingarda
TRAGEDIA NA RODOVIA
Mulher gravida e marido morrem e criança fica ferida em acidente trágico
PANDEMIA CORONAVIROS
Vai ser ''um massacre'', diz ex-diretor da Saúde sobre flexibilizar isolamento
BOA NOTICIA
Bolsonaro diz que auxilio emergencial pode ter quarta parcela, mas pagando menos
PRAZO MÁXIMO
Acordo prevê máximo de 20 dias para análise de auxílio emergencial
FÁTIMA DO SUL - BOLETIM CORONAVÍRUS
BOLETIM: Fátima do Sul tem mais 04 casos confirmados, sobe para 69 e tem 12 pacientes recuperados