Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 15 de maio de 2021
Busca
Brasil

Identificada a nova doença que ataca os pomares paulistas

15 Jul 2004 - 15h02
O Centro de Citricultura Sylvio Moreira, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, informou ontem que o greening asiático é o causador da nova doença nos pomares citrícolas comerciais paulistas. A praga é originária na China e praticamente inviabilizou pomares comerciais daquele país, espalhando-se em seguida por países orientais.

O Fundo de Desenvolvimento da Citricultura (Fundecitrus) comunicou que hoje se manifestará sobre o assunto. Técnicos do Centro de Citricultura, liderados pelo diretor Marcos Antônio Machado, analisaram amostras de plantas contaminadas e concluiram se tratar da doença, causada pela bactéria Candidatus liberibacter asiaticum, que ataca o sistema vascular da planta (neste caso o floema - artérias responsáveis por carregar os nutrientes). O vetor da doença é um psilídeo da espécie Diaphorina citri, inseto comum nos pomares que suga o floema da planta onde fica a bactéria.

Segundo a Secretaria da Agricultura, esse vetor é endêmico no estado de São Paulo desde a década de 60. Para Machado, existe outra variedade de greening encontrado na África, o Candidatus liberibacter africanum. Nos dois casos, a doença é considerada uma praga quarentenária A1, isto é, inexistente até então no Brasil. "É uma doença da copa, assim como a CVC, e que portanto ataca todos as espécies de árvores", afirma.

Para avaliar a amplitude da doença e sua evolução, o secretário de Agricultura, Duarte Nogueira, determinou que a Defesa Agropecuária, junto com o setor produtivo e o Fundecitrus, iniciem um levantamento das áreas afetadas, já que as primeiras árvores contaminadas foram detectadas em 11 municípios da região Centro-Sul paulista. "Temos de determinar onde a doença está para depois calcularmos o prejuízo e as medidas a serem tomadas" afirmou o secretário.

A doença afeta o crescimento do fruto, que apresenta deformação comprometendo a columela (porção central branca do fruto) e cai com facilidade, afetando a produção. "É uma ocorrência nova nos nossos laranjais, mas estamos certos de que, a exemplo de outras doenças, seremos capazes de superá-la, em trabalho conjunto do setor produtivo e do governo do Estado", disse Nogueira.
 
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

SONHO INTERROMPIDO
Agente educacional morta em ataque a creche em Saudades queria fazer intercâmbio no Canadá
PESQUISA PRESIDENCIAL
Datafolha mostra Lula disparado na corrida eleitoral
NOVA INFECÇÃO
Covid-19: após 3 semanas de queda, casos de coronavírus avançam no Brasil puxados por 9 Estados
TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada