Menu
SADER_FULL
domingo, 25 de outubro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

IBGE começa Censo Agropecuário em abril

22 Mar 2007 - 16h23

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) iniciará no próximo dia 16 de abril a coleta de informações para o Censo Agropecuário e para a Contagem Populacional, que serão feitos de forma integrada para reduzir custos.

Segundo o presidente do instituto, Eduardo Nunes, para atualizar a fotografia do setor rural, serão visitados por técnicos do IBGE 5,7 milhões de estabelecimentos agropecuários existentes em todos os Estados brasileiros.

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, que juntamente com o presidente do IBGE abriu nesta quinta-feira, um seminário em Brasília para esclarecer detalhes da organização dos dois trabalhos, comentou que será importante a atualização de dados sobre a área rural do País já que desde 1996 não se faz no Brasil uma radiografia deste tipo no campo.

"Vamos saber detalhadamente o que de importante aconteceu na agropecuária nos últimos onze anos e vai nos ajudar muito a entender a realidade brasileira", afirmou Bernardo. O presidente do IBGE acrescentou que o censo deverá mostrar uma melhora no setor de agronegócios do País. "Seja a grande ou a pequena agricultura tiveram grande evolução nos últimos anos e o importante agora será analisar sua sustentabilidade para o futuro", comentou Nunes.

O IBGE vai visitar estabelecimentos que atuam nos segmentos de agricultura, aqüicultura, pecuária, avicultura, apicultura, sericicultura, extração vegetal, silvicultura, beneficiamento e transformação de produtos agropecuários. Serão coletados dados sobre quantos estabelecimentos agropecuários são, o que produzem, quantas pessoas estão ocupadas, quais as práticas e os manejos utilizados.

Segundo Eduardo Nunes, a proposta do IBGE é com esses dados criar " tirar a fotografia", criar uma base cadastral e atualizá-la continuamente, "de preferência a cada ano" por meio de pesquisas.

Contagem populacional - A Contagem Populacional será realizada em 5.435 municípios com menos de 170 mil habitantes, o que representa 97% do total de cidades brasileiras. Segundo o presidente do IBGE, a finalidade desse trabalho "é contar, saber onde vivem e quantas são as pessoas" dessas localidades.

Ele explicou que nos demais municípios - cuja população é superior a 170 mil - a contagem do IBGE será por meio de estimativa. De acordo com Nunes, a estatística tem que ser mais precisa nos municípios pequenos porque um eventual erro populacional pode influenciar negativamente nos repasses de verbas do FPM (Fundo de Participação dos Municípios).

O IBGE pretende visitar 30 milhões de domicílios. Para os dois trabalhos (Censo Agropecuário e Contagem Populacional), o IBGE vai gastar aproximadamente R$ 600 milhões e utilizar cerca de 90 mil pessoas entre servidores do IBGE e contratados temporariamente. Os primeiros resultados começarão a ser divulgados em meados de setembro deste ano.

 

 

Agência Estado

Deixe seu Comentário

Leia Também

SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários
CORONAVIRUS
Morre voluntário brasileiro que participava de testes da vacina de Oxford
MORTE SUBITA
Idoso morre em voo de Cuiabá para SP; avião faz pouso de emergência
BRASIL - 154.176 MORTES
Covid-19: Brasil tem mais 271 óbitos e 15.383 novos casos em 24h
TRAGÉDIA NA CIDADE
Acidente entre trem e e micro-ônibus deixa uma mulher morta e feridos