Menu
SADER_FULL
terça, 9 de agosto de 2022
SADER_FULL
Busca
Brasil

Ibama usa satélite em ação de combate à produção de carvão

15 Dez 2009 - 15h56

Com o uso de geoprocessamento por meio da leitura de imagens de satélite e planejamento, o Departamento de Proteção Ambiental do Ibama em Mato Grosso do Sul, fechou hoje a Operação Rastro Negro III, que fiscalizou o setor de carvoarias na região do Bolsão e no nordeste do Estado. O órgão também definiu quais as principais rotas de escoamento da produção de carvão no Estado.

Na operação foram apreendidos três caminhões com carga irregular de carvão, que não apresentaram o DOF (Documento de Origem Florestal).

O primeiro caminhão com carga de 60 metros cúbicos de carvão achado com carga irregular foi apreendido na BR-060 no município de Camapuã.

O outro veículo com 62 metros cúbicos de carvão foi apreendido na cidade de Costa Rica e o terceiro veículo foi pego no município de Ribas do Rio Pardo. No total foram apreendidos 166,694 metros cúbicos de carvão. A carga apreendida dos três caminhões foi avaliada em R$ 49 mil e as multas somaram R$ 63 mil.

A fiscalização também flagrou uma carvoaria clandestina em Ribas do Rio Pardo, que foi embargada. Na carvoaria foram encontrados 30 fornos e apreendidos 44 metros cúbicos de carvão de origem nativa.

A operação Rastro Negro III durou uma semana. Foram mais de 2.300 km rodados pelas equipes de fiscalização que também fizeram barreiras nas principais rodovias de acesso a outros estados. Foram fiscalizados os municípios de Ribas do Rio Pardo, Camapuã, Costa Rica, Três Lagoas, Paranaíba, Aparecida do Taboado e Alcinópolis.

Com a operação Rastro Negro III o Ibama de Mato Grosso do Sul quer reduzir a produção, o transporte de carvão e o desmatamento irregulares de matas nativas dentro do Estado, especialmente a partir de agora com o anúncio da retomada da produção de siderúrgicas instaladas aqui.

Divulgação

Essa retomada deverá aquecer o mercado de produção de carvão que deve ser pressionado a aumentar a produção. A operação foi feita também para apurar denúncias da linha verde do Ibama.

Quem for pego transportando ou produzindo carvão sem autorização está sujeito à apreensão, embargo e multa e pode pegar de seis meses a um ano de reclusão.

Leia Também

TENTATIVA DE ASSASSINATO
Coroinha é esfaqueado no pescoço durante missa em igreja
AUXILIO CAMINHONEIRO
Caixa libera consulta ao Auxílio Caminhoneiro
VAMOS AJUDAR - COMPARTILHE
Casal que adotou 3 irmãos autistas vítimas de maus-tratos comove internautas
DESUMANIDADE
Polícia interdita casa de repouso por tortura e sequestro de idosos
DENUNCIADO POR VIZINHOS
Mãe e filho são executados e corpos escondidos dentro de sofá velho jogado em lote baldio
AUXILIO BRASIL
Governo amplia Auxílio Brasil e mais 23,7 mil famílias vão receber em MS
ASSASSINATO
Campeão mundial de jiu-jitsu, Leandro Lo morre após levar tiro na cabeça
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 261 óbitos e 40,4 mil casos em 24 horas
LENDA DO HUMORISMO
Jô Soares morre em São Paulo aos 84 anos
A CONTA GOTAS
Petrobras anuncia corte de R$ 0,20 no preço do diesel