Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 6 de março de 2021
SADER_FULL
Busca
CAMPANHA DE VACINAÇÃO

Iagro muda data de vacinação contra aftosa em MS

Iagro mudou hoje a data de início da etapa de vacinação contra febre aftosa em MS

25 Abr 2011 - 15h37Por Correio do Estado

A Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro) mudou hoje a data de início da etapa de vacinação contra febre aftosa no Estado de Mato Grosso do Sul, e orienta os procedimentos com relação à vacinação na região do Pantanal. De acordo com a portaria, publicada no Diário Oficial de hoje (25), na Região do Planalto e Região da Zona de Alta Vigilância (ZAV), o procedimento de vacinação de todo o rebanho bovino e bubalino - de mamando a caducando (que estava marcado para ocorrer entre 1º e 31 de maio), foi alterado para o período de 2 a 31 de maio.

De acordo a nova portaria da Iagro, a vacinação contra febre aftosa na região do Pantanal, para os produtores optantes pela realização no mês de maio, será executada excepcionalmente com o seguinte calendário: a) 2 de maio a 15 de junho: vacinação de todo o rebanho bovino e bubalino, independente da idade. - Na Região do Pantanal a imunização dos animais estava marcada para acontecer entre 1º de maio e 15 de junho.

A Iagro também informa que após a efetiva vacinação é obrigatório o registro, que deverá ser feito no máximo até o dia 15 de junho de 2011. Imediatamente após o registro na vacinação também deverá ser emitida a Declaração de Estoque Efetivo de Animais Bovinos e Bubalinos, nos termos do decreto n° 13.150, de 14 de abril de 2011. A declaração deverá ser entregue com o comprovante de registro de vacinação contra febre aftosa (CT-13) nas unidades da Agência Fazendária de Mato Grosso do Sul (Agenfa) impreterivelmente até 15 de junho de 2011.

A agência alerta que o não cumprimento das normas estabelecidas pela portaria implicará na aplicação das sanções previstas na lei n° 3.983, de 16 de Ddzembro de 2010 e lei n° 3.823, de 21 de Ddzembro de 2009, sem prejuízo das demais sanções civis e penais cabíveis.

A nova portaria (nº 2265/2011) da Iagro visa atender as diretrizes para a Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa, estabelecidas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), para aplicação em todo o território nacional além da Instrução Normativa Ministerial nº 44, de 2 de outubro de 2007 e em consideração à Lei Estadual de número 3.983, de 16 de dezembro de 2010. Também considera autorização formal da Superintendência Federal da Agricultura do Estado de Mato Grosso do Sul (SFA/MS-Mapa) com relação ao início da primeira campanha de vacinação contra a febre aftosa.

Vacinas

Segundo informações da Iagro, com o inicio da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa, etapa de maio, no Estado de Mato Grosso do Sul e visando facilitar o manejo do rebanho para os produtores rurais, fica determinado que as revendas que comercializam vacinas contra a febre aftosa começarão a partir de 27 de abril. A informação é da diretora presidente da Iagro, Maria Cristina Galvão Rosa Carrijo. Segundo ela, assim os produtores poderão antecipar a compra das vacinas, lembrando que esta deverá ser armazenada em caixas de isopor com gelo e devidamente lacradas para sua melhor conservação.

Confira a íntegra da portaria no site: www.imprensaoficial.ms.gov.br .

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 UTI = OBITO
Ministério da Saúde prevê 3 mil mortes por dia por covid-19 nas próximas duas semanas
TRISTEZA NA FAMILIA
'Não tem UTI,amo vcs':a história por trás do tuíte viral que revela mensagens de mãe morta por covid
DISPARO ACIDENTAL
Assessor em fazenda do cantor Leonardo morre vitima de tiro acidental
VIOLENCIA DOMESTICA
Vítima de violência doméstica escreve bilhete com pedido SOS em agência bancária: 'Ele tá ai fora'
ALERTA AO CPF
Confira se o seu CPF foi usado de maneira IRREGULAR por desconhecidos
VAMOS PREVENIR
Igreja Adventista vota documento com orientações sobre cultos e reuniões
ALERTA AOS JOVENS
O que está por trás da alta das internações de jovens com covid
BRASIL EM PÂNICO
Brasil tem novo recorde de mortes por covid em 24 horas: 1.910
100 TRÉGUA
Brasil registra 1.726 mortes em 24 horas e bate novo recorde na pandemia; total chega a 257,5 mil
EXECUÇÃO NA MADRUGADA
Dona de bar é degolada e corpo encontrado nos fundos do estabelecimento