Menu
SADER_FULL
sexta, 17 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Honorários podem ser tratados como créditos trabalhistas em casos de recuperação judicia

10 Set 2013 - 15h49Por STJ

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que os honorários advocatícios não podem ser deixados de fora da recuperação judicial, mesmo que eles necessitem de sentença posterior. Na interpretação dos ministros, pela natureza alimentar dos honorários, eles devem ter o mesmo tratamento oferecido aos créditos de origem trabalhista.

No caso, o direito aos honorários resultou de uma ação de cobrança de aluguéis movida pela empresa Agropecuária Maragogipe, de Mato Grosso do Sul, antes do pedido de recuperação judicial da empresa Infinity Agrícola, mas cuja sentença só saiu depois. Ao se manifestar sobre a cobrança dos honorários, a Justiça Estadual entendeu que a verba não deveria se submeter aos efeitos da recuperação, pois seria crédito constituído posteriormente.

Ao analisar a questão, a ministra Nancy Andrighi, relatora do processo no STJ, ressalta que estão sujeitos à recuperação judicial todos os créditos existentes na data do pedido, ainda que não vencidos. Segundo ela, já existe entendimento consolidado na Terceira Turma do STJ, em que os honorários e os créditos trabalhistas podem ser equiparados, uma vez que ambos constituem verbas com a mesma natureza alimentar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRIBUNAL DO CRIME
Traficantes enterram mulher viva para vingar denúncia
TEMPESTADE
Temporal derruba árvore sobre carros e deixa bairros no escuro
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
COMOÇÃO E REVOLTA
Menina de 5 anos é morta com tiro na cabeça enquanto caminhava para comprar lanche
CEF de Fátima do Sul OPORTUNIDADE
Caixa abre concurso com salários de mais de R$ 3 mil; confira
QUASE 600 MIL MORTES
Covid-19: mortes sobem para 588,5 mil e casos, para 21,03 milhões
LIÇÕES DA BÍBLIA
Uma rua de mão dupla
LATROCINIO
Dupla invade casa, tranca mulher e crianças em quarto e mata homem degolado
SAQUE EMERGENCIAL
Caixa cria calendário para liberar nova rodada de dinheiro do FGTS
TRAGEDIA AÉREA
Acidente aéreo mata sócio da Raizen e outras seis pessoas