Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 17 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Homem preso com rifa do PCC é acusado de ser o contador do tráfico

Não é a primeira vez que ele é preso. Ele possui passagem por tráfico de drogas, formação de quadrilha e furto de energia elétrica

18 Mai 2011 - 07h07Por Campo Grande News

Preso nesta terça-feira com rifas do PCC (Primeiro Comando da Capital), Lucio Pereira Quina, de 44 anos, conhecido como “Ladrão Velho”, é acusado de estar envolvido na contabilidade do dinheiro oriundo do tráfico de drogas de membros da facção criminosa, segundo o site Perfil News.

Não é a primeira vez que ele é preso. Ele possui passagem por tráfico de drogas, formação de quadrilha e furto de energia elétrica.

Lucio foi um dos vários detidos em uma festa do PCC no ano de 2009. Desta vez, ele foi preso no bairro Vila São João, em Três Lagoas, por policiais civis da DIG (Delegacia de Investigações Gerais).

Ele estava sendo investigado há um mês pelos investigadores.

Durante buscas na casa dele foram encontrados R$ 15 mil, dinheiro que segundo o delegado Ailton Pereira da Silva é oriundo do tráfico de drogas, além das rifas e de maconha e balança de precisão.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério
SEUS DIREITOS
Trabalhador afastado por Covid-19 tem direito a auxílio-doença do INSS
COM DESCONTOS
Veja as opções de pagamento do IPVA com desconto
CASA PRÓPRIA
Casa Verde e Amarela substitui Minha Casa Minha Vida com opção para renegociar dívidas e menos juros