Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 18 de janeiro de 2021
Busca
Brasil

Homem esta desaparecido desde sábado na cidade de Glória de Dourados

16 Fev 2011 - 07h15Por Washington Lima / Fátima News

Januario Alves Feitoza, de 47 anos, esta desaparecido desde o dia 12, sábado, na cidade de Glória de Dourados, que segundo informações da esposa da vítima, Januário foi visto pela ultima vez na casa de uma pessoa conhecida por Floriano, com quem estava trabalhando na data do desaparecimento.

 

Segundo relatos da própria esposa, um dia antes do desaparecimento, Januário foi procurado em sua residência, pelo ex-PM Tavares e mais duas pessoas desconhecida.

 

A ultima vez que a esposa teve contato com o desaparecido, foi no sábado, na data do desaparecimento, por volta das 16h e que depois desse contato o telefone do desaparecido esta na caixa de mensagem ou fora da área de cobertura.

 

Ao registrar o boletim de ocorrência da Delegacia da Polícia de Glória de Dourados, a esposa da vítima disse que alguns dias antes houve um desentendimento entre Januário e seus familiares. A esposa da vítima informou ainda que Januário saiu de casa e não disse se iria viajar para algum lugar, mas que ele saiu com algumas peças de roupa.

 

A Polícia Civil está investigando o caso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Na calada da noite, namorado da avó estupra criança de 12 anos e é espancado por vizinhos
CONCURSO PÚBLICO
Concurso da Aeronáutica somam com as 21 mil vagas em outros concursos que a semana oferece
DEU RUIM
Jovem é atingido por raio enquanto usava celular no banheiro
PROVA DO ENEM
Confira as medidas de segurança durante a prova do Enem
SAIU O EDITAL
Com salário de até R$ 23,6 mil, Polícia Federal abre inscrição em concurso no dia 22
DESESPERO EM MANAUS
Médicos e familiares de pacientes descrevem colapso com falta de oxigênio em Manaus; leia relatos
AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera saque da última parcela do auxílio emergencial a aniversariantes em julho
HORROR NA NOITE
Crianças são encontradas chorando ao lado de corpos de pais assassinados
DOR E DESCASO
Filho é obrigado abrir cova para enterrar próprio pai por não encontrar coveiro em cemitério
SEUS DIREITOS
Trabalhador afastado por Covid-19 tem direito a auxílio-doença do INSS