Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 31 de julho de 2021
Busca
Brasil

Homem é preso acusado do furto de jóias e notebook em Fátima do Sul

23 Jun 2010 - 18h08Por Washington Lima / Fátima News

Giovani Augusto da Silva, 31anos, foi preso pela Polícia Civil de Fátima do Sul, após praticar furto na madrugada de domingo, dia 20, em uma residência na rua Melvin Jones, Jardim O Pioneiro em Fátima do Sul.

 

 

Em investigação no local do crime, a equipe de Policiais Civis identificaram o autor do furto, através de um boné deixado na cena do crime. Após questionamento sobre o delito, Giovani disse não ter participado do delito, porém em sua residência foi localizado vários pertences da vitima, onde no mesmo momento foi conduzido até a Delegacia para prestar esclarecimentos.

 

 

Para preservar as testemunha e não atrapalhar as investigações, a Juíza da Comarca decretou a prisão preventiva do acusado, pois a Policia continua as investigações para recuperar alguns objetos, que não foram localizados com o Giovani.

 

 

Entre os objetos furtados estavam jóias e um computador notebook. Já o acusado encontra-se recolhido no Estabelecimento Penal no município de Jateí.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CÃOPAINHA
Cachorro toca campainha após ficar trancado fora de casa
SONHO INTERROMPIDO
Ultimo ensaio fotográfico minutos antes de médico sofrer choque e morrer nas vésperas de casamento
OLIMPÍADA
Rebeca é prata e faz história na ginástica olímpica em Tóquio
FENÔMENO DA NATUREZA
Chuva de meteoros será visível na madrugada de quinta para sexta em todo Brasil
A CASA CAIU
Mulheres se unem e surram "valentão" flagrado agredindo ex no meio da rua
CRISE HÍDRICA
Novas fontes preparam MS para a crise hídrica, ressalta governador
ABAIXO DE ZERO
Com -8,6°C, SC registra a menor temperatura do Brasil em 2021, diz Inmet
COVID-19
Em dia de aumento de casos Brasil tem 1.333 óbitos por Covid - 19 nas últimas 24 horas
CONCURSO PÚBLICO
Caixa Econômica convocará 9 mil de concursos e abre mais mil vagas
BRASIL - 550.502 MORTES
Covid-19: país ultrapassa 550 mil mortes e tem 19,7 milhões de casos