Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 26 de setembro de 2021
Busca
Brasil

Homem com dificuldade para andar não consegue sair da cama e morre queimado

6 Set 2013 - 14h07Por Correio do Estado

Milton Prado Donato, de 66 anos, morreu queimado num cômodo que fica no cruzamento das ruas Buarque de Macedo com Diogo Álvares, Bairro Jardim Tijuca, em Campo Grande.

Familiares contaram para a polícia que Milton tem dificuldade para andar e estava internado na Santa Casa para tratar de uma doença no quadril. Equipe do hospital então passou a ligar para a ex-esposa da vítima para que ela o retirasse da unidade, mas a mulher pediu que os funcionários esperassem até ela conseguir vaga para ele num asilo.

Ainda conforme familiares, o hospital descobriu o endereço de um irmão de Milton e o deixou lá ontem (5), às 10h. No final da tarde, ele recebeu a visita de um sobrinho que deixou alguns cigarros no cômodo em que havia sido provisoriamente instalado.

Testemunhas não sabem se Milton acendeu um dos cigarros ou uma vela que estava no cômodo, que não tinha energia elétrica. O fato é que o objeto caiu na cama, provocando o incêndio. Por conta da dificuldade de locomoção, a vítima não conseguiu sair e morreu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTA BIOCEÂNICA
Comissão mista homologa consórcio que vai construir ponte da Rota Bioceânica em MS
CASTELO DE AREIA
Idoso casa com prostituta 35 anos mais nova e flagra com outro
DOENÇA DO SÉCULO
Servidor público é encontrado pendurado em árvore
COVID-19
Ministra de Bolsonaro testa positivo para Covid e cancela agenda em Nova Andradina
ASSUSTADOR
Homem encontra boneca na parede com bilhete misterioso: "obrigada por me libertar"
VIDEOS VAZADOS
Torcedora do flamengo esquenta a web com vídeos íntimos
VOLTOU A SUBIR
Covid-19: Brasil registra em 24 horas 36.473 novos casos e 876 novas mortes
REVOLTANTE
Criança autista vítima de maus tratos é encontrada comendo fezes de cachorro para sobreviver
HOMICIDIO X SUICÍDIO
Marido mata esposa e tira própria vida; criança de 3 anos pede socorro a vizinho
NEGLIGÊNCIA
Criança de 2 anos ao volante mata prima de 3 anos atropelada