Menu
ASSEMBLEIA DEZEMBRO 2021
sexta, 3 de dezembro de 2021
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
Brasil

Haitianos devem ser deportados para a Bolívia em três dias

19 Mar 2010 - 13h28Por Diário MS
O grupo de 14 haitianos que entraram ilegalmente no Brasil na quarta e quinta-feira deve ser deportado em prazo máximo de até três dias. Os haitianos foram flagrados em Miranda e Corumbá, em uma viagem que começou após o terremoto no Haiti, em janeiro, e já passou pela República Dominicana, Panamá, Peru e Bolívia.

Dos 14 haitianos, oito passaram a noite no Centro de Triagem e Apoio ao Migrante (Cetremi), em Campo Grande. Os outros seis, flagrados em taxi em Miranda, também serão levados ainda hoje para a Polícia Federal de Campo Grande. Os haitianos foram multados em R$ 165,55, cada, pela entrada irregular no Brasil.

Segundo o superintendente da Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso do Sul (PRF/MS), Valter Aparecido Favaro, o grupo está perdido e mudou de rota na viagem desde o Haiti. Para Favaro, os haitianos estão atrás de oportunidades de trabalho em grandes centros, como o Rio de Janeiro e São Paulo.

“Eles estão saindo do Haiti por que não tem condições de ficar lá. Essas famílias estão despedaçadas. Eles fugiram do terremoto em busca de oportunidades de trabalho, mas há uma lei e ela precisa ser cumprida”, afirmou Favaro.

Na manhã de hoje, a equipe do Portal TV Morena esteve no local e encontrou com os haitianos no Cetremi, que aguardam a chegada da PRF para o procedimento de deportação. Todos estavam na sala de coordenação de Cetremi e pareciam assustados e nervosos com a movimentação.

Uma das haitianas, identificada como Vanessa, sofreu uma convulsão e desmaiou. As outras mulheres que estavam com ela, começaram a chorar. Vanessa foi auxiliada inicialmente pelos haitianos. Um dos funcionários do Cetremi passou álcool no pulso da mulher. O Samu foi acionado e Vanessa foi socorrida, sendo levada para o posto de saúde do Tiradentes.

Desde o início da semana, 21 haitianos entraram no país pela fronteira entre Brasil e a Bolívia. Favaro disse que não há qualquer indício de participação dos 14 haitianos encontros em Miranda em Corumbá com contrabando ou tráfico. Conforme a PRF, cerca de 50 haitianos estão na Bolívia tentando entrar no Brasil por meio do Mato Grosso do Sul. (*) com informações da TV Morena

Leia Também

ABUSO DE AUTORIDADE
PM arrasta homem negro algemado em moto; "Como na escravidão", diz gravação
REVOLTANTE
Índia de 13 anos violentada pelo avô busca ajuda e acaba estuprada por 4 em unidade saúde
DOENTIO
Mulher descongela geladeira e encontra corpo de bebê escondido em sacola
PONTE BIOCEÂNICA
Ponte Bioceânica vai ganhar nova data de lançamento; Bolsonaro e Marito participam
AÇÕES DO GOVERNO MS
Com estados da região Sul, Azambuja quer integração ferroviária e união para redução de carbono
PIX SAQUE
Pix Saque começa hoje:comércio vê nova ferramenta como chamariz para clientes,mas teme por segurança
TRAGÉDIA NA LINHA DO TREM
vítima comemorou aniversário do marido um dia antes de morrer com a filha em acidente com trem
COVID NO BRASIL
Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos
# PREVENIR É O REMÉDIO
Covid-19: Brasil registra 303 mortes e 12.126 casos em 24 horas
DESESPERO
Vídeo: veja momento em que calçada cede e pessoas caem em rio