Menu
SADER_FULL
quarta, 23 de setembro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Guerra interna fez Lula demitir diretores dos Correios

20 Set 2010 - 17h20Por Folha Online

Quando o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tomou a decisão de demitir, a 60 dias das eleições, o então presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio, e o diretor de gestão de pessoas, Pedro Magalhães Bifano, sabia que, além do descalabro administrativo, havia uma guerra de facções prestes a explodir na estatal, informa o "Painel" da Folha, editado por Renata Lo Prete (íntegra somente para assinantes do jornal e do UOL).

Segundo a coluna, pouco antes da degola, Custódio e Bifano tiveram uma briga feia, em que trocaram todo tipo de acusações. Foi numa reunião de diretoria, e a gravação do encontro foi mostrada a Lula, que então concluiu que a situação era insustentável.

Na ocasião, Lula também demitiu o diretor de Operações dos Correios, Marco Antônio Marques de Oliveira. Sua vaga foi ocupada pelo coronel Eduardo Artur Rodrigues Silva. Hoje, no entanto, o coronel apresentou sua carta de demissão do cargo após ter seu nome envolvido nas acusações que derrubaram a ministra da Casa Civil, Erenice Guerra.

Silva tinha ligações com a empresa MTA Linhas Aéreas, pivô da queda, e estaria atuando para transformá-la na empresa de carga aérea oficial dos Correios após as eleições. Silva seria ainda o testa de ferro do empresário argentino Alfonso Rey, dono da MTA.

Erenice deixou o governo na semana passada após reportagem publicada pela Folha na qual sócios da empresa EDRB, de Campinas (SP), acusam seu filho Israel e um assessor de pedir R$ 240 mil mais 5% de comissão para agilizar a liberação de crédito do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

A revista "Veja" também trouxe reportagem que aponta que o filho da ministra e a empresa Capital Assessoria e Consultoria Empresarial, à qual é ligado, fizeram lobby para ajudar a MTA a obter a renovação de uma concessão da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

Na última sexta-feira, a Comissão de Ética Pública da Presidência entendeu que Erenice cometeu falta ética e aprovou, em votação unânime, a aplicação de censura à ex-ministra. Ela deixou de apresentar à comissão documentos com informações sobre a sua evolução patrimonial e relação de parentes ocupando cargos públicos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

O diesel não sofreu reajuste. + ALTA
Gasolina sobe 4% nas refinarias, anuncia Petrobras
O total de mortes causadas por covid-19 chega a 138.108, um acréscimo de 0,6% sobre a soma de segunda Saúde
Covid-19: Brasil tem 33,5 mil novos casos e 836 mortes em 24 horas
HERANÇA PORTUGUESA
A herança portuguesa na vida cotidiana do Brasil
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga nova parcela do auxílio emergencial para 5,6 milhões de pessoas
o maior programa de assistência aos mais pobres no Brasil e talvez um dos maiores do mundo PRESIDENTE NA ONU
Bolsonaro diz que brasileiros receberam mil dólares de auxílio
Imagem: Reprodução/Balanço Geral Londrina FUGA EM MASSA
Presos fogem de cadeia após surto de Covid-19
Material estava dentro de uma bexiga e enrolado com fita isolante PROFUNDEZAS DO CRIME
8 celulares e outros materiais são retirados do ânus de preso
Na Pandemia, filas são imensas na CEF de Fátima do Sul-MS AUXILIO POPULAÇÃO
Caixa libera hoje saques do auxílio emergencial para mais 3,6 milhões
uma greve foi deflagrada em protesto contra uma proposta de privatização da estatal e pela manutenção de benefícios trabalhistas. CORREIOS
Após 5 dias de greve, os Correios devem retornar por determinação do TST
No Brasil, diversos concursos públicos estão disponíveis. CONCURSOS
CRM-MS abre concurso com salários de até R$ 5 mil