Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 19 de setembro de 2020
SADER_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Greve do MTE corta atendimento pela metade

20 Ago 2010 - 14h38Por

A greve dos servidores do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) de Dourados, já cortou os atendimentos pela metade. São emissões de carteira de trabalho, cálculos trabalhistas, homologações de documentos, entre vários outros serviços administrativos que vão ser destinados a 50% da demanda diária.

A oficialização da greve aconteceu ontem durante ato público em frente a sede do MTE. Foram distribuídos panfletos, espalhadas faixas com informações sobre a paralisação e entregues bananas, em protesto contra o governo. A greve, que é por tempo indeterminado, já conta com 21 estados.

Nacionalmente a categoria busca condições de trabalho e de atendimento à população além da implantação imediata de plano de carreira específico.

De acordo com líder do comando de greve de Dourados, Lucas Pascoali, desde ontem o número de atendimentos foi reduzido. São emissões de carteira de trabalho, cálculos trabalhistas, homologações de documentos, entre vários outros serviços administrativos que vão ser destinados a 50% da demanda diária.

“Apesar de uma liminar na justiça obrigar o atendimento parcial somente da carteira e seguro, decidimos atender parte da demanda dos demais serviços, também”, conta.

A medida foi aprovada, na última terça-feira, durante assembléia com os servidores administrativos. Com a decisão, dos quase 200 atendimentos diários a agência passará a atender pouco mais de 80, através de senhas. Quando o número for alcançado, os atendimentos param até o dia seguinte. O movimento recebe o nome de “O Ministério Público Agoniza”.

Em Dourados a retomada da greve, que acontece desde o ano passado, foi justificada pela frustração dos servidores diante da suposta falta de negociação por parte do governo.

Em dezembro do ano passado foi aprovada a suspensão da greve, que já durava 40 dias em razão de acordo com o governo. O compromisso firmado foi discutir um plano de carreira específico para o setor, seguindo um calendário de reuniões que terminaria em 22 de fevereiro deste ano.

No entanto, o governo estendeu os encontros até março. Segundo a categoria, após sucessivas reuniões o Ministério do Planejamento disse que não haveria negociação. Foi a gota dágua para os servidores decidirem pela retomada da greve.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caixa com cenouras de boa qualidade 100 DESPERDÍCIOS
Governo cria Rede de Bancos de Alimentos para combater desperdício
Ainda de acordo com a atualização, 567.369 pessoas estão em acompanhamento e outras 3.753.082 se recuperaram. PANDEMIA
Covid-19: Brasil acumula 4,4 milhões de casos e 134,9 mil mortes
Os beneficiários nascidos em janeiro  3,9 milhões de pessoas  poderão sacar AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa abre 770 agências amanhã das 8h às 12h
Apesar do esforço médico a adolescente não resistiu. DESCARGA FATAL
Adolescente segura extensão de energia e morre após sofrer descarga elétrica
Assaltante magro está com um revólver na mão direito e boné na esquerda TERROR NA RODOVIA
Vídeo mostra ação extremamente violenta de ladrões em Rodovia
As imagens mostram que a vítima estava prestes a sair de moto VIOLENCIA NA CIDADE
Homem é flagrado agredindo e tentando atropelar a ex; veja vídeo
Bolsonaro autorizou estudos para a área. PROGRAMA ASSISTENCIAL
Após desistir do Renda Brasil, Bolsonaro autoriza criação de novo programa social
Bolsonaro com Ricardo Barros APREENSÃO
Gaeco cumpre mandado em escritório de Ricardo Barros, lider do governo Bolsonaro na Câmara
presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) AGORA
Maia testa positivo para Covid-19, informa assessoria do deputado
 Joice Pastre, 27 anos, morreu na última sexta-feira (11) GESTO NOBRE
Família doa órgãos de jovem que sofreu aneurisma cerebral