Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 27 de outubro de 2020
SADER_FULL
Busca
ZANZI
Brasil

Governo vai financiar pesquisa com célula-tronco

10 Set 2004 - 14h16
O Ministério da Saúde vai financiar uma rede de pesquisa para estudar a eficácia do transplante de células-tronco de adultos no tratamento de doenças cardíacas. Estão reservados para o projeto R$ 5 milhões, a serem gastos ainda este ano.

O trabalho deve estrear uma parceria entre Ministério da Saúde e Ministério da Ciência e Tecnologia, formalizada hoje, para incentivar estudos na área de saúde. Para toda a parceria, a pasta de Saúde deverá destinar R$ 57 milhões, a serem gastos ainda este ano.

Embora faltem somente três meses para o fim do ano, o ministro da Saúde, Humberto Costa, avalia que será possível usar toda a verba disponível neste prazo. "As negociações estão adiantadas. Vamos agora lançar editais para escolher laboratórios candidatos a todas as linhas de pesquisa", disse.

Além de trabalhos com células-tronco, a parceria deverá financiar projetos para desenvolvimento de vacinas, kits usados em diagnósticos, pesquisas relacionadas a doenças como hantavirose, mortalidade materna e violência e acidentes. Ao todo, são seis linhas de trabalho.

O diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia do ministério, Reinaldo Guimarães, afirmou que os estudos com células-tronco deverão ser divididos em quatro grupos, cada um com 300 pacientes. Num deles, será avaliada a eficácia do transplante de células-tronco do próprio paciente para o tratamento de cardiopatias provocadas pela Doença de Chagas.

O segundo grupo, vai estudar os efeitos do tratamento em enfarte. O terceiro, em cardiopatias em que o coração do paciente está dilatado e a quarta, em casos crônicos.

O estudo da terapia com células-tronco do próprio paciente já vem sendo realizado em alguns centros do País, principalmente no Rio, São Paulo e Salvador.

Cerca de 70 pacientes já foram submetidos a essa técnica. "Os resultados obtidos até agora foram animadores", avalia Guimarães. Entretanto, a eficácia do uso de células-tronco do próprio paciente não é uma unanimidade entre pesquisadores. Alguns trabalhos demonstram que as células-tronco não são capazes de se transformar em células cardíacas. A terapia traria, no entanto, maior vascularização na área do coração afetada.

Mesmo com as dúvidas apresentadas por alguns grupos de pesquisa, Guimarães afirma que o estudo pode ter resultados promissores. "Não se trata de um estudo polêmico. Os resultados clínicos apresentados pelos pacientes estão aí para comprovar", defendeu.

"Não sabemos quais os mecanismos que levam à melhora dos doentes tratados com a terapia. Talvez células-tronco de adultos não se transforme em células cardíacas. Mas é preciso um grupo maior para comprovar isso." Assim que laboratórios forem escolhidos, será iniciado o recrutamento dos voluntários para a pesquisa.

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

BARBÁRIE
Marido mata mulher a facadas dentro de casa durante almoço de domingo
CAPOTAMENTO
Carro capota várias vezes ao fazer curva na MT-412 e mata fotógrafo
BRASIL - 157.134 MORTES
Brasil acumula 5,3 milhões de casos e 157 mil mortes por covid-19
AJUDA FINANCEIRA
Caixa paga 2ª parcela de R$ 300 da extensão do auxílio emergencial
SIM A VIDA
Brasil se une a Egito, Indonésia, Uganda, Hungria e EUA em declaração contra o aborto
Invasão em residência acaba morador morto por tiro acidental TRAGÉDIA NA FAMILIA
Homem mata o próprio irmão ao atirar em invasor de residência
GUERRA DA VACINA
Bolsonaro diz que não comprará vacina chinesa, mesmo se aprovada pela Anvisa
Motorista da carreta diz que ainda tentou desviar, mas não conseguiu DOENÇA DO SÉCULO
Menor pega carro escondido, joga contra carreta e morre na hora
BRASIL - 155.403 MORTES
Covid-19: Brasil tem 24.818 novos casos em 24 horas
AJUDA
Caixa Econômica paga auxílio emergencial para 5,2 milhões de beneficiários