Menu
SADER_FULL
terça, 11 de maio de 2021
Busca
Brasil

Governo Popular destina 80% de casas para mulheres

27 Jul 2004 - 13h03
A mulher chefe de família é o critério adotado pelo Governo Popular para a seleção de candidatos à casa própria. Isso significa, segundo a Agência de Habitação Popular do Estado (Agehab), que, por força de decreto assinado pelo governador Zeca do PT, em 24 de julho de 2003, as casas dos programas habitacionais do Estado são entregues às mulheres. Em média, segundo a Agehab, 80% das casas são destinadas às mulheres. Antes mesmo dessa regulamentação, o critério de seleção de famílias nos programas de moradia própria adotado pelo Governo Popular dava preferência às mulheres.

Além dos aspectos constitucionais e legais, em razão da amplitude do Decreto nº 11.312, de 24 de julho de 2003, que regulamentou as Leis 2.152/2000 e 2.598/2002 o governador Zeca do PT vetou, integralmente, o projeto-de-lei aprovado pela Assembléia Legislativa que previa a cota de 20% das unidades habitacionais para mulheres. A proposta aprovada pela Assembléia, segundo as razões que justificam o veto, acabaria reduzindo a cota, que em média é de 80% nos programas habitacionais do Estado.

Além da cota já estabelecida ser significativamente superior à proposta, a própria legislação prevê que compete ao Poder Executivo, através da Secretaria de Infra-Estrutura e Habitação, a formulação de políticas e execução de programas habitacionais. Ao expor as razões do veto, o governador Zeca observa que o projeto-de-lei sugerindo a cota de 20% “afronta a legislação estadual, usurpa a competência do Poder Executivo e é contrário ao interesse público”.

 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias
PÉSSIMA PROJEÇÃO
Covid-19: Brasil deve alcançar 575 mil mortes em 1º de agosto, diz instituto