Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 17 de junho de 2021
Busca
Brasil

Governo pede mais emprego para prorrogar isenção de IPI

27 Out 2009 - 06h59Por Agência Brasil

Depois de cerca de uma hora e meia reunido com representantes da indústria e do varejo, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que há grande possibilidade de acordo para prorrogação da isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para produtos da linha branca – geladeiras, fogões e máquinas de lavar.

Segundo Mantega, esse entendimento deve ocorrer caso a indústria e o comércio cumpram dois compromissos: o aumento do emprego e das promoções e facilidades para o consumidor adquirir os produtos.

O ministro não garantiu que a redução do IPI será prorrogada, mas disse que o governo analisará a questão para garantir que o fim do ano seja bom para o consumidor, a indústria e o comércio.

"Estamos trabalhando juntos para aumentar as vendas. O setor de produção e varejo está gerando emprego. Estamos na reta final para manter as vendas elevadas até o fim do ano. O governo vai fazer o possível", afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VIDEO
Cliente carrega mangueira sem perceber e bomba pega fogo em posto de combustível de Foz do Iguaçu
AÇÕES DO GOVERNO MS
Reinaldo Azambuja propõe projeto com Itaipu para combater assoreamento nos rios Iguatemi e Amambai
COPA X VIRUS
'Desse jeito, o vírus vai levantar a taça', diz deputado após 52 infectados na Copa América
FAMOSIDADES
Apresentador mostra fotos de viagens românticas com filha de Faustão e se declara
SEIS DIAS DE TERROR
Homem mata uma família e aterroriza moradores em seis dias de fuga deixando rastros de crimes
TRISTEZA E COMOÇÃO
Jovem engenheiro morre em acidente com moto e comove cidade
MUI AMIGO
Homem obriga mulher de amigo a fazer sexo oral e leva surra em delegacia
DOENÇA DO SÉCULO
Homem de 33 anos deixa carta de despedida e tenta pular de ponte
ABSURDO
Família registra boletim de ocorrência após vitima de covid ser sepultado em cemitério errado
ANTECIPAÇÃO
Governo antecipa pagamento de parcelas do auxílio emergencial