Menu
SADER_FULL
terça, 11 de agosto de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Governo Lula é alvo de mais ações judiciais que FHC

26 Mar 2007 - 15h04
 

Um levantamento feito pela Procuradoria da República do Distrito Federal sobre as ações civis e públicas e de improbidade administrativa propostas pelo Ministério Público e acolhidos pela Justiça, mostra que no primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o MPF (Ministério Público Federal) moveu, proporcionalmente, três vezes mais ações de combate à corrupção contra órgãos federais do que no período em que o país foi administrado por Fernando Henrique Cardoso.

Durante governo FHC (1995/2002), os procuradores moveram 136 ações por supostas irregularidades em órgãos federais, uma média de 1,4 por mês. Desde a posse de Lula até fevereiro de 2007, foram abertos 205 processos – média mensal de 4,1.

"Mas dizer que há mais corrupção num governo ou noutro é perigoso. Há ações contra atos do governo anterior ajuizadas no atual. Além disso, o número de procuradores foi ampliado. O fato é que houve aumento de produtividade do MP", ressalva o procurador-chefe do Distrito Federal, Paulo José Rocha Júnior, em entrevista hoje ao site Congresso em Foco.

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

HORÓSCOPO DO DIA
Horóscopo desta terça-feira 11 de agosto de 2020
ALERTA NA PANDEMIA
Médica explica por que o coronavírus é devastador em pacientes cardíacos
DESESPERO
Áudio mostra paciente que morreu com a Covid-19 implorando para ser entubada
SEQUESTRO
Pai é morto pela polícia ao ameaçar matar filha de três anos em milharal
BORA PRA BONITO - MS
Porque ir a Bonito MS?
VITIMA DA COVID 19
“Peguei essa doença fazendo o que amo”, escreveu médico de 32 anos que morreu de Covid-19
POLÊMICA
Fantástico detona secretário de Saúde por usar kit covid em MT
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mãe vai à igreja e filho de 21 anos estupra irmã de 8
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Linha de cuidados pessoais do Boticário traz produtos com Vitamina E e D-Pantenol, confira aqui
SURTO DA MACHADINHA
Empresário acusado de ameaçar prefeito 'peita' policiais penais e leva três tiros