Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 12 de maio de 2021
Busca
Brasil

Governo estimula parcerias entre pequenas empresas

2 Ago 2004 - 13h57
Os arranjos produtivos locais são uma forma inteligente e rápida de tornar as pequenas empresas mais competitivas. Por isso, o presidente Luiz Inácio Lula a Silva está dando prioridade a eles, disse, pela manhã, durante entrevista à NBr, TV a cabo da Radiobrás, o secretário Carlos Gastaldoni, do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

Com os arranjos, diminuem as dificuldades que as pequenas empresas vêm trabalhando isoladas umas das outras, acrescentou o secretário, lembrando que “quando elas trabalham juntas, é mais fácil, mais rápido e mais barato.

Gastaldoni afirmou que “os arranjos produtivos locais são aglomerados de empresas que trabalham próximas e dentro de uma mesma cadeia produtiva” (veja a matéria: Pequenas empresas terão recursos de diversos ministérios e bancos oficiais).

Isso quer dizer que as empresas têm que ser parceiras dentro de uma cadeia que começa com um fornecedor de matéria-prima, passa pelo fabricante de um produto semi-acabado e depois outro empresário, que faz o produto final. Essa idéia - de cadeia produtiva - é importante, disse o secretário, porque as empresas passam a se ver como parceiras, "para que a gente possa obter os ganhos que imaginamos serem possíveis”, declarou Gastaldoni.

“É muito importante a gente entender que é fácil conseguir ganhos de competitividade com ações sérias”. A dificuldade vem da falta de coordenação: “No momento em que você tem todos os órgãos de governo e a sociedade civil apoiando essas empresas de uma forma integrada e coordenada, o desempenho, a competitividade e os ganhos são muito maiores”, insistiu o secretário, para justitificar o processo de parcerias.

Gastaldoni disse ao jornal NBr Manhã que criar parcerias é um dos objetivos da primeira Conferência Brasileira sobre Arranjos Produtivos Locais, que começa hoje, com a presença do Presidente Lula e diversos ministros, e vai até quarta-feira, em Brasília.

A abertura será às 19h, no Clube Militar.
 
Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRISTEZA NA FAMILIA
Seis pessoas da mesma familia morrem vítimas da Covid-19
NOVAS REGRAS
WhatsApp: o que acontece se você não aceitar novas regras do aplicativo até 15 de maio
FAMOSIDADES
Pai da campeã do 'BBB 21' Juliette vive em casinha de barro na Paraíba
CACHAÇA
Jovem enfia garrafa no ânus durante bebedeira e vai parar no hospital
ESCALADA DA VIOLÊNCIA
Operação mais letal da história deixa 25 mortos no Jacarezinho
VITIMA DO MASSACRE
'Fiquei vendo costurarem os ferimentos. Chorava, orava e agradecia por ele estar vivo, diz mãe
FRIO - FÁTIMA DO SUL NOVA ONDA DE FRIO
Frio de origem polar começa a ser sentido novamente e terá geada
TERROR NA CRECHE
Sob forte emoção moradores de Saudades realizam velório coletivo das vítimas do ataque à creche
CHEGANDO FORTE
Frio chega com força e provoca geada no Sul
TERROR EM CRECHE
Jovem invade escola e mata três crianças e duas funcionárias