Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 13 de abril de 2021
SADER_FULL
Busca
Brasil

Governo estadual entrega 58 casas na próxima segunda-feira

3 Set 2004 - 17h16
O governo estadual, através do diretor-presidente da Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul), Amarildo Cruz, entrega na próxima segunda 68 unidades habitacionais do programa Novo Habitar: 28 casas em Rochedo e 30 em Rio Negro.

São moradias com dois quartos, sala, cozinha e banheiro distribuídos em 38,44 metros quadrados. Foram utilizados recursos do FIS (Fundo de Investimento Social) em parceria com a Caixa Econômica federal e as prefeituras, no valor de R$ 297.450,00, em Rochedo, e R$ 297.570,00, em Rio Negro.

“Estamos trabalhando o máximo que podemos para que no final de 2006 o Governo Popular cumpra a meta estabelecida pelo governador Zeca do PT, de construir 40 mil unidades habitacionais. Para isso trabalhamos no carnaval, e outros feriados como agora”, explicou Amarildo Cruz. As solenidades acontecem nos locais dos conjuntos: às 14h em Rochedo e às 17h em Rio Negro.
 
Agência Popular

Deixe seu Comentário

Leia Também

EXEMPLAR
Cidade modelo que vacinou 64% da população vê casos de covid-19 caírem 78%.
NOVO CÓDIGO DE TRANSITO
Novo Código de Trânsito entra em vigor na segunda-feira; veja mudanças
LOCKDOWN É A SOLUÇÃO?
Araraquara X Bauru: dois retratos do Brasil com e sem lockdown contra a covid-19
AGRICULTURA SUSTENTAVEL NO MUNDO
II Congresso Mundial de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta deve receber 1 mil inscrições
MORTANDADE
Brasil bate marca de 4 mil mortes por Covid registradas em um dia pela 1ª vez
COPA LIBERTADORES
Santos vence o San Lorenzo na Argentina e abre vantagem por vaga nos grupos da Libertadores
FATALIDADE
Técnico de informática morre após levar choque a partir de fone de ouvido
CANALHA
Pai comete estupro e diz que filha precisa saber "como é ter um homem"
SOB INVESTIGAÇÃO
Cantor gospel e pastor é encontrado morto e amarrado em árvore
CONTAMINAÇÃO
Igrejas superam mercado e consultório médico em risco de transmissão de Covid-19, aponta estudo