Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 31 de março de 2020
SADER_FULL
Busca
POLONIO IMÓVEIS
Brasil

Governo entrega 222 moradias em Camapuã e Figueirão

2 Jul 2004 - 08h04
 

O secretário estadual de Infra-estrutura e Habitação, Carlos Augusto Longo, e o diretor-presidente da Agehab (Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul), Amarildo Cruz, devem entregar hoje 222 casas em Camapuã e Figueirão. São 207 unidades habitacionais feitas pelo projeto Tijolo por Tijolo: 180 em Camapuã e 27 em Figueirão. No Tijolo por Tijolo, o mutuário financia o material de construção pela CEF (Caixa Econômica Federal), o governo paga a mão-de-obra e o beneficiado ou a prefeitura contribui com o terreno.

As moradias de Camapuã tiveram investimento de R$ 1.045.120,62 e as de Figueirão R$ 135.030,00. As construções possuem dois quartos, sala, cozinha e banheiro distribuídos em 38,44 metros quadrados. As quinze unidades restantes estão em Camapuã e fazem parte do Programa Novo Habitar. Para estas casas foram utilizados recursos do Programa de Subsídio à Habitação, no total de R$ 147.690,03. As moradias possuem dois quartos, sala, cozinha e banheiro com 38,44 metros quadrados de área construída.

 

APN

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL - 175 MORTOS
Casos de coronavírus no Brasil em 31 de março
SEQUESTRO
Depois de quase 3 horas, homem que fazia ex-esposa de refém se entrega
DOURADOS - COMÉRCIO CONTINUARÁ FECHADO
Sem acordo, Délia diz que comércio continuará fechado na 2ª maior cidade do Estado de MS
JATEÍ - AÇÃO SOCIAL
JATEÍ: Detentas doam seus cabelos para pacientes com câncer do Hospital do Câncer de Barreto
SEU BOLSO
FGTS: trabalhador tem até hoje para fazer saque de até R$ 998
COVID-19
VÍDEO: Com irmão internado, cantor Mariano está assintomático para o novo coronavírus
NO LIMITE
"A gente já chegou no limite", diz Bolsonaro sobre economia do país
SHOW HUMANIZADO
Com 5 horas de live, Gusttavo Lima arrecada 100 mil para combater o Covid-19
UNIGRAN DOURADOS - FISIOTERAPIA
Fisioterapia traz novas perspectivas para o mercado de trabalho, coordenadora do curso na UNIGRAN ex
MUNDO - 35 MIL MORTOS
Últimas notícias de coronavírus de 30 de março