Menu
SADER_FULL
quinta, 4 de junho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Governo do Estado leva a arte de MS a outras regiões brasileiras

10 Nov 2010 - 12h56Por FCMS
Campo Grande (MS) – O governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), neste mês inverte a ação cultural promovida pelo projeto “MS Canta Brasil” e lança a caravana “Brasil Canta MS”, que levará a arte sul-mato-grossense a cinco estados brasileiros.

De 12 a 14 de novembro a caravana, integrada por 32 pessoas, entre técnicos e músicos de Mato Grosso do Sul levará além fronteira a sonoridade sul-mato-grossense além de mostras de
artesanato e artes-plásticas. Na programação estão previstas apresentações em São Paulo na Fundação Memorial da América Latina – FMAL (12 de novembro), no Rio de Janeiro no Centro Cultural Banco do Brasil – CCBB (16 de novembro), em Curitiba no auditório do Canal da Música – RTVE (19 de novembro), no Theatro Adolpho Mello de São José, cidade metropolitana de Florianópolis (21 de novembro) e no Teatro Dante Barone de Porto Alegre.A caravana “Brasil Canta MS” tem o objetivo de mostrar a outros estados brasileiros, diversos aspectos da arte e cultura desenvolvida em MS.

A arte de MS

Nesta *tournée*, a 1ª com essas características realizadas pela FCMS, dá destaque à música  sul-mato-grossense por meio do show “Planeta Música”, que já foi apresentado há 3 anos no Festival de Inverno de Bonito. O espetáculo, que têm a direção do músico e produtor Otávio Neto, apresenta artistas de notável expressão em nosso estado, tais como os compositores Gílson, Jerry e Geraldo Espíndola, Filho dos Livres, a cantora Edineide Dias, os músicos Sandro Moreno, Alex Mesquita, Adriano Magôo, Otávio Neto e Marcos Assunção mais o Quarteto de Cordas dirigido pelo Maestro Eduardo Martinelli, além de bailarinas do grupo Corpomancia dirigidas por Franciela Cavalieri. “O Planeta Música é um coletivo artístico musical resultante de uma pesquisa que fiz de inúmeras composições feitas desde 1970, hoje consideradas tradicionais de Mato Grosso do Sul. Mostrar a nossa arte em capitais que têm uma grande expressão cultural no Brasil é muito importante pois serve como ponte para que existam futuros encontros artísticos”, afirmou o produtor musical Otávio Neto.

A mostra de artesanato preparada especialmente para este projeto, levará ao público brasileiro cerca de 80 peças que incluem toda a diversidade da artesania sul-mato-grossense, inclusive a dos índios Terena e Kadiwéu. Já a mostra de artes plásticas colocará em exposição obras do acervo do Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul (Marco), assinadas por artistas como Humberto Espíndola, Marize Anzoathegui, Tchelo Lima (Dourados), Ana Ruas, Jorapimo (Corumbá), Henrique Spengler (Coxim), Vânia Pereira, Priscila Pessoa, Isac de Oliveira, Buga e Miska.

O projeto

O projeto “Brasil Canta MS” criado pela FCMS conta com recursos da ordem de R$ 456.530,28 oriundos do Ministério da Cultura (Minc) por meio de emenda parlamentar de autoria da senadora Marisa Serrano com a contrapartida do governo estadual no valor de R$ 30.000 que foram investidos em despesas complementares não absorvidas pelos recursos do Minc. “Este é um momento especial para a arte e a cultura de MS que cada vez mais rompe as fronteiras do Estado e do país mostrando a capacidade criativa e o talento dos artistas de MS”, conclui Américo Calheiros, presidente da FCMS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSUSTADOR E REAL NO BRASIL
Com uma morte por minuto, Brasil registra 1.349 mortes por coronavírus nas últimas 24h, novo recorde
JULGAMENTO
TSE julga se cassa Bolsonaro e vice a partir de terça
AUXILIO DOENÇA
Como pedir concessão e prorrogação do auxílio-doença durante pandemia
1º CASO NO BRASIL
Paciente recuperada de coronavírus no Piauí volta a ter teste positivo
VITIMAS DA COVID 19
Mãe, avó e irmão de jovem morrem por covid-19: 'essa doença é horrível'
COVID-19
Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19
COISA MEDONHA
Mulher é desenterrada e estuprada um dia após ser sepultada
DOURADOS - NOVO EPICENTRO COVID-19
Dourados é novo epicentro do coronavírus em MS com mais de 300 casos confirmados
AUXÍLIO EMERGENCIAL
Caixa LIBERA 2ª parcela do auxílio de R$ 600 em contas dos beneficiários, veja os meses
ABSURDO
Médica relata ter sofrido agressões por parte de frequentadores de 'festas de corona'