Menu
SADER_FULL
quarta, 28 de julho de 2021
Busca
Brasil

Governo do Estado eleva em 68% os gastos com publicidade

24 Jun 2010 - 13h35Por Mídia Max
Restam dez dias para acabar junho e o gasto do governo de Mato Grosso do Sul com a publicidade já supera o volume consumido nos 31 dias de maio passado, informa o Portal da Transparência, publicado numa janela do site do governo estadual.

Em maio passado, o Midiamax noticiou que governo pagou R$ 2.819.708,71 às agências de propaganda e publicidade que prestam serviço ao governo quantia maior que a aplicada no mesmo período, por exemplo, na assistência social, cultura, esportes, meio ambiente, planejamento, ciência e tecnologia.

De acordo com o Portal, de primeiro de junho até o dia 18, o governo do Estado já destinou R$ 2.843.993,58 para exibir seu feito por meio da propaganda, o que representa um acréscimo de 68,09% se comparado ao dinheiro consumido do mês de maio. Fracionando a conta pode-se afirmar que os gastos diários com a publicidade do governo beiram a casa dos R$ 157 mil diários.

Os pagamentos, neste mês, concentram-se por meio da agência Remat Marketing & Propaganda Ltda, no valor de R$ 938 mil. Mês passado, Art & Traço e Slogan Publicidade encabeçaram a lista das agências que efetuaram os pagamentos.

Num simples comparativo acerca dos gastos com a publicidade, é possível notar, conforme os dados divulgados pelo Portal da Transparência do governo, que a Defensoria Pública Estadual captou menos da metade do volume do recurso destinado às agências de propaganda.

O governo estadual, segundo o Portal, investiu neste junho R$ 1.105.142,08 na Defensoria – órgão que cuida de causas judiciais de quem não tem recurso para contratar um advogado -, algo em torno de R$ 1,7 milhão a menos do que a verba paga a publicidade e propaganda.

Ainda de acordo com o Portal, nesses 18 dias de junho, o governo arrecadou R$ 169.267.238,08. Mês passado, a arrecadou estadual alcançou 401.615.809,01.

Propaganda antecipada

A publicidade e a propaganda do governo estadual têm sido questionadas já desde a segunda metade do ano passado por meio de debates nas sessões da Assembleia Legislativa.

O deputado estadual Paulo Duarte, do PT, já moveu ações no MPF (Ministério Público Federal) e no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) questionando algumas propagandas estaduais.

Numa das investidas do parlamentar, ele contesta a publicação de agendas confeccionadas pelo Detran, distribuída em escolas. Duas são as questões levantadas do deputado: o valor pago pelo material didático, e a aparição de uma fotografia do governador André Puccinelli, do PMDB, já nas primeiras páginas do livrinho.

Para Duarte, a peça publicitária seria um meio de o governador antecipar sua campanha publicitária. O caso é investigado. Já os parlamentares da base de sustentação do governo Puccinelli, negam a suspeita.

Pela regra eleitoral, a campanha é permitida a partir do dia 6 do mês que vem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Em dia de aumento de casos Brasil tem 1.333 óbitos por Covid - 19 nas últimas 24 horas
CONCURSO PÚBLICO
Caixa Econômica convocará 9 mil de concursos e abre mais mil vagas
BRASIL - 550.502 MORTES
Covid-19: país ultrapassa 550 mil mortes e tem 19,7 milhões de casos
COVID 19 NO BRASIL
Brasil registra 19,68 milhões de casos de covid-19 e 549,92 mil mortes
Foto: Mycchel Legnaghi - São Joaquim online PREVISÃO DO TEMPO
Maior frio do ano? Temperaturas negativas, geada e até neve!
TRABALHO ESCRAVO
Aliciamento de crianças: família de líderes religiosos é presa em operação da polícia
ATO OBSCENO
Homem é detido após entrar nu em culto evangélico
TRAIÇÃO
Vídeo: Mulher flagra marido com travesti dentro do carro e 'pancadaria come solta'
COVID 19 NO BRASIL
Brasil tem 1 órfão por covid a cada 5 minutos: 'Pensamos que crianças não são afetadas, mas sim
SELEÇÃO OLIMPICA
Brasil ameaça passeio em estreia contra a Alemanha, mas desperdiça chance de goleada histórica