Menu
SADER_FULL
sexta, 10 de julho de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Governo do Estado eleva em 68% os gastos com publicidade

24 Jun 2010 - 13h35Por Mídia Max
Restam dez dias para acabar junho e o gasto do governo de Mato Grosso do Sul com a publicidade já supera o volume consumido nos 31 dias de maio passado, informa o Portal da Transparência, publicado numa janela do site do governo estadual.

Em maio passado, o Midiamax noticiou que governo pagou R$ 2.819.708,71 às agências de propaganda e publicidade que prestam serviço ao governo quantia maior que a aplicada no mesmo período, por exemplo, na assistência social, cultura, esportes, meio ambiente, planejamento, ciência e tecnologia.

De acordo com o Portal, de primeiro de junho até o dia 18, o governo do Estado já destinou R$ 2.843.993,58 para exibir seu feito por meio da propaganda, o que representa um acréscimo de 68,09% se comparado ao dinheiro consumido do mês de maio. Fracionando a conta pode-se afirmar que os gastos diários com a publicidade do governo beiram a casa dos R$ 157 mil diários.

Os pagamentos, neste mês, concentram-se por meio da agência Remat Marketing & Propaganda Ltda, no valor de R$ 938 mil. Mês passado, Art & Traço e Slogan Publicidade encabeçaram a lista das agências que efetuaram os pagamentos.

Num simples comparativo acerca dos gastos com a publicidade, é possível notar, conforme os dados divulgados pelo Portal da Transparência do governo, que a Defensoria Pública Estadual captou menos da metade do volume do recurso destinado às agências de propaganda.

O governo estadual, segundo o Portal, investiu neste junho R$ 1.105.142,08 na Defensoria – órgão que cuida de causas judiciais de quem não tem recurso para contratar um advogado -, algo em torno de R$ 1,7 milhão a menos do que a verba paga a publicidade e propaganda.

Ainda de acordo com o Portal, nesses 18 dias de junho, o governo arrecadou R$ 169.267.238,08. Mês passado, a arrecadou estadual alcançou 401.615.809,01.

Propaganda antecipada

A publicidade e a propaganda do governo estadual têm sido questionadas já desde a segunda metade do ano passado por meio de debates nas sessões da Assembleia Legislativa.

O deputado estadual Paulo Duarte, do PT, já moveu ações no MPF (Ministério Público Federal) e no TRE (Tribunal Regional Eleitoral) questionando algumas propagandas estaduais.

Numa das investidas do parlamentar, ele contesta a publicação de agendas confeccionadas pelo Detran, distribuída em escolas. Duas são as questões levantadas do deputado: o valor pago pelo material didático, e a aparição de uma fotografia do governador André Puccinelli, do PMDB, já nas primeiras páginas do livrinho.

Para Duarte, a peça publicitária seria um meio de o governador antecipar sua campanha publicitária. O caso é investigado. Já os parlamentares da base de sustentação do governo Puccinelli, negam a suspeita.

Pela regra eleitoral, a campanha é permitida a partir do dia 6 do mês que vem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NÚMEROS DA ÚLTIMAS 24H
Os números da covid-19 no Brasil, atualizados diariamente
RECUPERAÇÃO
Dinho Ouro Preto revela sequelas após covid-19, ele já teve gripe suína e dengue
SOS SAUDE
Em 24 horas, nove pessoas morrem em casa pela covid-19 sem atendimento médico
BORA PRA BONITO - MS???
Bonito (MS) irá operar com tarifa de baixa temporada até 18 de dezembro e descontos de até 60%
BONITO - MS - REABERTURA COM SEGURANÇA
Hotel Águas de Bonito te espera com toda segurança e responsabilidade, bora pra Bonito (MS)?
SUSPEITOS COVID-19
Veja autoridades que se reuniram com Bolsonaro nos últimos dias, de acordo com a agenda oficial
ABSURDO
Indígena com Covid-19 sofre aborto espontâneo e recebe feto em garrafa de soro
VITIMA DA COVID 19
Após ficar 3 dias a espera de UTI Cacique xavante líder das causas indígenas morre com Covid-19
AUXILIO EMERGENCIAL
Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em fevereiro
URGENTE - PRESIDENTE COM COVID-19
URGENTE: Bolsonaro testa positivo para coronavírus